Hartley deixa Dragon após cinco corridas e abre chance para Sette Câmara na Fórmula E

Bicampeão do WEC e ex-Fórmula 1, Brendon Hartley encerra a passagem na Dragon mesmo após somar os únicos pontos da equipe na atual temporada da Fórmula E

O grid da Fórmula E sofreu outra mudança com menos de um mês para o reinício da temporada. O neozelandês Brendon Hartley rescindiu contrato com a Dragon e fica de fora da reta final do campeonato.

É a quarta mudança prevista para o retorno da Fórmula E, que acontece em 5 de agosto, em Berlim. Pascal Wehrlein rescindiu com a Mahindra e será substituído por Alex Lynn. A Audi trocou Daniel Abt por René Rast após a polêmica envolvendo um impostor durante uma corrida de eSports. Abt garantiu vaga na NIO após o chinês Ma Qinghua ter problemas para entrar na Alemanha.

Bicampeão mundial no WEC e ex-piloto da Fórmula 1, Hartley foi contratado pela equipe para correr ao lado de Nico Müller. Em cinco corridas disputadas, o melhor resultado foi o nono lugar na corrida 2 na Arábia Saudita.

Brendon Hartley somou os únicos pontos da Dragon na temporada (Foto: Fórmula E)

O site Motorsportweek.com apontou o brasileiro Sérgio Sette Câmara e o sueco Joel Eriksson como os principais candidatos ao posto. Sette Câmara foi segundo colocado no teste de novatos da Fórmula E, disputado em março, atrás apenas de Nick Cassidy, que recentemente garantiu contrato com a Virgin para a próxima temporada.

A Dragon ocupa a 11ª posição no campeonato de equipes da Fórmula E, com apenas os dois pontos somados por Hartley na Arábia Saudita.

Serão seis corridas em Berlim para finalizar a sexta temporada da categoria. As provas acontecerão entre os dias 5 e 13 de agosto.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube