Dennis aproveita pista mais seca e conquista pole da corrida 2 em Valência

Em dia de supremacia da ralé, seis últimos colocados do campeonato vão à Superpole. E Jake Dennis aproveita chance com a BMW

Sem bateria, Da Costa perde potência e liderança na abertura da última volta (Vídeo: Fórmula E)

O treino de classificação para a corrida 2 do eP de Valência, neste domingo (25), foi das mais estranhas. O já tradicional formato do treino classificatório da Fórmula E normalmente desfavorece os primeiros colocados do campeonato, que treinam antes. Desta vez, porém, com a pista secando após algum tempo sem chuva, a diferença foi enorme. Os seis membros do último grupo passaram à Superpole: Jake Dennis ficou com a pole #1 dele na categoria.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Fórmula E deixa nível ‘várzea do bem’ e vira circo com show de horrores em Valência

Na realidade, Dennis foi uma espécie de Rei da Ralé ou detentor da concha dos náufragos infantis de ‘O Senhor das Moscas’: no meio dos seis pilotos com menos pontos no campeonato, foi o mais rápido e ganhou o direito de, contra os mesmos cinco adversários, andar por último na Superpole. Com a pista em condições irrefreavelmente melhores, aproveitou e cravou a pole.

O 1min28s548 de Dennis foi mais de 0s8 mais rápido que o segundo colocado André Lotterer. O alemão, entretanto, é um dos dois pilotos com punição de três posições no grid por causar acidente no sábado [o outro é Mitch Evans]. Alex Lynn herda o segundo posto, enquanto a segunda fila será formada pela NIO, com Tom Blomqvist e Oliver Turvey. Lotterer e Norman Nato ficam na terceira. Apenas a punição faz com que o grid não esteja perfeitamente na ordem inversamente proporcional àquela que tomaram a pista na Superpole.

Depois destes, Jean-Éric Vergne, Oliver Rowland, Sébastien Buemi e Sérgio Sette Câmara finalizaram o top-10. Lucas Di Grassi larga apenas na 22ª colocação, enquanto António Félix da Costa é o 12º.

A largada para a segunda corrida da Fórmula E em Valência está marcada para as 9h (de Brasília).

Jake Dennis é o primeiro colocado em Valência (Foto: Fórmula E)

Confira como foi o treino de classificação:

Grupo 1 – Pascal Wehrlein, Mitch Evans, Robin Frijns, Stoffel Vandoorne, Nyck de Vries e Sam Bird

Como fora indicado pelo TL3, quem tinha vantagem na pista mais molhada em Valência era a Porsche. E assim Wehrlein controlou o primeiro grupo com muita tranquilidade e 0s3 de vantagem para Evans. Frijns foi o terceiro, mas somente 0s4 mais lento.

E os outros foram ainda piores. As duas Mercedes ficaram bem próximos, apenas 0s003 de separação, mas quase 0s7 atrás do líder. Vandoorne à frente de De Vries. Já Bird ficou por último.

Grupo 2 – Jean-Éric Vergne, René Rast, António Félix da Costa, Edoardo Mortara, Alexander Sims e Nico Müller

Se naturalmente o formato da Fórmula E na classificação já atrapalha os primeiros colocados do campeonato, nas condições que Valência mostrava era uma situação quase de covardia. A pista secava a passos largos após bastante tempo sem chuva, então quem vinha na sequência se dava bem demais.

Assim, cinco membros deste grupo passaram para as seis primeiras colocações. Vergne bem à frente, com 1min33s1, seguido por Sims e Da Costa. Wehrlein segurava o quarto lugar, mas Rast e Mortara fechavam. Müller errou e ficou no último posto geral.

Oliver Turvey conseguiu ir à Superpole (Foto: Fórmula E)

Grupo 3 – Lucas Di Grassi, Oliver Rowland, Sébastien Buemi, Maximilian Günther, Sérgio Sette Câmara e Nick Cassidy

A pista continuava a favorecer quem passava mais tarde. Ninguém desta chave foi capaz de bater o tempo de Vergne, mas Wehrlein, ponteiro do G1, já estava fora do top-6. Rowland pulou para o segundo posto e foi seguido pelo companheiro Buemi e por Sette Câmara.

Günther se esgueirou ao sexto lugar, mas teve a volta cancelada por conta dos limites da pista na curva um e caiu para o fim do pelotão. Cassidy ficou somente em 13º, mas teve o mesmo destino, volta cancelada. Di Grassi teve muitas dificuldades na pista e foi o 16º entre os 18 que andaram até então.

Grupo 4 – Jake Dennis, André Lotterer, Alex Lynn, Tom Blomqvist, Oliver Turvey e Norman Nato

A prova final e maior de que a pista secava mais e mais veio quando os seis membros do quarto grupo – piores classificados do campeonato – pularam para as quatro primeiras colocações. Assim, repetindo-se inteiramente na Superpole.

Dennis foi o mais veloz, quase 1s3 melhor que Vergne, líder até ali. Lotterer foi o segundo, com Lynn à frente das duas NIO – Blomqvist e Turvey – e Nato fechando o top-6.

Superpole: Dennis, Lotterer, Lynn, Blomqvist, Turvey e Nato

A ordem de entrada na pista definiu a classificação. Sexto mais rápido do Grupo 4, Nato foi o primeiro a andar na Superpole e terminou em sexto; Dennis, mais rápido do G4, foi o último a andar e cravou a pole. Assim, a ordem foi precisamente a mesma: Dennis, Lotterer, Lynn, Blomqvist, Turvey e Nato.

Fórmula E 2021, eP de Valência, domingo, grid de largada:

1J DENNISBMW 1:28.548 
2A LYNNMahindra 1:29.737+1.189
3T BLOMQVISTNIO 1:30.202+1.654
4O TURVEYNIO 1:30.409+1.861
5A LOTTERERPorsche P +31:29.411+0.863
6N NATOVenturi Mercedes 1:30.489+1.941
7J.E VERGNEDS Techeetah 1:33.198+4.650
8O ROWLANDNissan 1:33.336+4.788
9S BUEMINissan 1:33.390+4.842
10S. SETTE CÂMARADragon Penske 1:33.452+4.904
11A SIMSMahindra 1:33.479+4.931
12A.F DA COSTADS Techeetah 1:33.604+5.056
13P WEHRLEINPorsche 1:33.745+5.197
14R RASTAudi 1:33.879+5.331
15E MORTARAVenturi Mercedes 1:33.898+5.350
16R FRIJNSVirgin Audi 1:34.166+5.618
17S VANDOORNEMercedes 1:34.416+5.868
18N DE VRIESMercedes 1:34.419+5.871
19M EVANSJaguar P +31:34.115+5.567
20S BIRDJaguar 1:34.480+5.932
21N MÜLLERDragon Penske 1:34.588+6.040
22L DI GRASSIAudi 1:34.610+6.062
23N CASSIDYVirgin Audi 1:37.838+9.290
24M GÜNTHERBMW 1:41.980+13.432

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube