Vergne bate Da Costa e conquista pole em 1-2 da DS Techeetah no sábado em Berlim

Tem como bater a DS Techeetah na capital alemã? É muito complicado. Neste sábado (14), não teve para ninguém: Vergne é pole e Da Costa sai na segunda colocação

Vitor Fazio analisa: quais pilotos da Fórmula 1 deveriam considerar uma ida para a Fórmula E?

No fim das contas, o 2020 da Maratona de Berlim, que definiu aquela temporada de calendário destruído pela pandemia do novo coronavírus, deu o recado para quem quisesse escutar: é muito difícil bater a campeã DS Techeetah nesta pista. O recado foi reforçado na manhã deste sábado (14) em que Jean-Éric Vergne voou, liderou as duas partes do treino e anotou a pole-position. António Félix da Costa, companheiro de equipe, sai logo ao lado.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Dennis repete sexta-feira e abre sábado na liderança do TL2 em Berlim

Com os dois parceiros na atual campeã saindo das duas primeiras colocações, coube a Lucas Di Grassi ser o melhor do resto na terceira posição. Edoardo Mortara sai ao lado dele na segunda fila. Já na terceira, também fruto da Superpole, Norman Nato e Sébastien Buemi.

Mitch Evans, Jake Dennis, Pascal Wehrlein e Maximilian Günther fecham o top-10. Enquanto isso, Sérgio Sette Câmara larga na 18ª colocação.

A corrida 1 do fim de semana na capital alemã está marcada para as 9h (de Brasília) do sábado.

JAKE DENNIS; BERLIM; FÓRMULA E; BMW;
Jake Dennis liderou os dois treinos livres (Foto: BMW Motorsport)
Paddockast #116: Quais as melhores e as piores duplas da Fórmula 1 2021?

Grupo 1 – Nyck de Vries, Robin Frijns, Sam Bird, Jake Dennis, António Félix da Costa e Alex Lynn

No grupo dos postulantes ao título, foi o atual campeão Da Costa quem conseguiu se destacar frente aos rivais – anotou um 1min06s486 que não chegava a ser marcante. Logo atrás dele, Dennis, que fora mais de 0s3 mais veloz ao do TL2 e ficava em situação difícil para a Superpole.

Já bem atrás dos dois, Bird ficou em 1min06s7, ao passo que De Vries e Lynn foram para 06s9. Frijns, com dificuldades, caiu para a casa de 1min07s.

Grupo 2 – Nick Cassidy, Mitch Evans, Edoardo Mortara, René Rast, Pascal Wehrlein e Jean-Éric Vergne

A segunda chave não foi responsável por arrasar a primeira, mas começou a fazer o trabalho. Vergne não teve muita negociação e dinamitou a volta do companheiro Da Costa: foi para 1min06s239. No segundo lugar geral, Edoardo Mortara se colocou à frente do português.

Evans ficou em quarto, logo atrás do atual campeão, enquanto Wehrlein se botou na rabeira do top-6 com 1min06s612. Rast e Cassidy ficaram com as posições oito e nove entre os 12 que já haviam andado.

Grupo 3 – Stoffel Vandoorne, Lucas Di Grassi, Maximilian Günther, Oliver Rowland, André Lotterer e Alexander Sims

Com a pista em melhores condições para que o terceiro grupo brilhasse, houve certa decepção ao ver que somente Di Grassi, com 1min06s555, pulou para a quarta colocação e entrou na zona da Superpole. Com isso, os dois membros da chave dos líderes que seguiam sonhando com a disputa da pole seguiam na briga.

Günther – que por muito pouco não estampou o muro – e Rowland foram para oitavo e nono, Lotterer e Sims ficaram em 13º e 14º e Vandoorne, muito mal, somente na 17ª colocação.

Sébastien Buemi passou à Superpole (Foto: Fórmula E)

Grupo 4 – Sébastien Buemi, Norman Nato, Sérgio Sette Câmara, Oliver Turvey, Tom Blomqvist e Joel Eriksson

Se o terceiro grupo foi mal, azar o dele. A chave derradeira se saiu muito melhor no aeroporto Tempelhof. Nato fez o motor Mercedes da Venturi roncar forte e passou para a frente do companheiro de equipe Mortara por somente 0s001, com o segundo lugar geral, em 1min06s425. Mas não foi só ele: Buemi anotou 1min06s509 e cravou o quinto posto geral.

Na sequênia, Blomqvist e Sette Câmara caíram em 17º e 18º, ao passo que Turvey foi o 20º e Eriksson ficou com a última posição, muito atrás, em 24º.

Superpole: Vergne, Nato, Mortara, Da Costa, Buemi, Di Grassi

A disputa pela pole mostrou algo que 2020 já deixara claro naquela maratona do Tempelhof: a DS Techeetah sobra no aeroporto. Após os cinco primeiros andarem, Da Costa liderava por 0s127 e tinha Di Grassi, Mortara, Nato e Buemi, esse com péssima volta, em ordem.

Havia, porém, Vergne. E o bicampeão foi para 1min06s227, repetindo o giro anterior em 1min06s2, e superando o companheiro. A primeira fila, assim, fica inteira para a equipe.

Fórmula E 2020/21, eP de Berlim 1, grid de largada:

1J.E. VERGNEDS Techeetah1:06.227
2A.F. DA COSTADS Techeetah1:06.300+0.073
3L DI GRASSIAudi1:06.427+0.200
4E MORTARAVenturi Mercedes1:06.442+0.215
5N NATOVenturi Mercedes1:06.489+0.262
6S BUEMINissan1:07.011+0.784
7M EVANSJaguar1:06.568+0.341
8J DENNISBMW1:06.592+0.365
9P WEHRLEINPorsche1:06.612+0.385
10M GÜNTHERBMW1:06.627+0.400
11O ROWLANDNissan1:06.658+0.431
12R RASTAudi1:06.729+0.502
13N CASSIDYVirgin Audi1:06.736+0.509
14A LOTTERERPorsche1:06.789+0.562
15S BIRDJaguarP +31:06.713+0.486
16A SIMSMahindra1:06.814+0.587
17T BLOMQVISTNIO1:06.837+0.610
18S. SETTE CÂMARADragon Penske1:06.852+0.625
19N DE VRIESMercedes1:06.902+0.675
20J ERIKSSONDragon Penske1:06.948+0.721
21A LYNNMahindra1:06.972+0.745
22S VANDOORNEMercedes1:07.006+0.779
23R FRIJNSVirgin Audi1:07.156+0.929
24O TURVEYNIO1:07.815+1.588

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar