Mercedes segue Audi e BMW e prepara saída da Fórmula E após 2021/22

Toto Wolff já disse que uma decisão foi tomada a respeito do futuro da Mercedes na FE. De acordo com The Race e Motorsport.com, a montadora deixa o grid ao fim de 2022

Vitor Fazio analisa: quais pilotos da Fórmula 1 deveriam considerar uma ida para a Fórmula E?

A jornada da Mercedes na Fórmula E se aproxima do fim. De acordo com informações divulgadas pelos sites The Race e Motorsport.com, a montadora alemã tomou a decisão de deixar o grid ao fim da temporada 2021/22, encerrando passagem relâmpago pelo certame elétrico.

A decisão ainda não foi confirmada publicamente, mas já foi tomada. Quem confirmou isso foi Toto Wolff, chefe de automobilismo da Mercedes. O dirigente, mais conhecido pelo protagonismo na Fórmula 1, participou ativamente de reuniões com a Daimler, marca proprietária da Mercedes. A informação de momento é que, após negociações arrastadas, a maioria dos executivos votou pela saída da Fórmula E.

“A decisão já foi tomada, mas não vamos comunicar nada hoje”, disse Wolff ao The Race. “Você precisa se perguntar: isso [campeonato] está funcionando ou não? Se você pensa que está funcionando, você ainda pode ir e conversar sobre fazer mudanças”, seguiu.

A Mercedes está da saída da FE (Foto: Formula E)

“Você ainda pode dizer ‘a gente pensa que a classificação não deveria causar tanta variabilidade e imprevisibilidade. Isso ou qualquer que seja nosso feedback, eles podem ouvir e aceitar ou não. Só que, acima de tudo, é uma questão de decidir o que queremos no esporte a motor, pensando no futuro”, destacou.

A decisão surpreende porque, inicialmente, a expectativa era de permanência da Mercedes. Mesmo perdendo prazo para confirmar à FE que seguiria na era de carros Gen3 – em 2022/23 –, a montadora alemã seguia conversando sobre um possível acordo com a categoria. Não aconteceu.

A confirmação iminente da saída da Mercedes será a terceira de uma montadora alemã nos últimos meses. Audi e BMW também deixam a categoria, mas já ao fim da temporada vigente. Apesar de a Fórmula E ainda ter um investimento pesado de montadoras – Jaguar, DS, Mahindra, Porsche e Nissan continuam –, o momento passa a ser de incerteza.

A Mercedes só chegou para valer na Fórmula E em 2019/20, com 2020/21 sendo a segunda temporada no grid. A marca acumula quatro vitórias até aqui e sonha com o primeiro título neste fim de semana, em Berlim.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar