Novo líder da F-E, Di Grassi comemora “corrida perfeita” no jogo de xadrez do eP da Cidade do México

Lucas Di Grassi venceu numa prova com requintes de novela mexicana na estreia da F-E no México, mas isso nada teve a ver com ele. Não teve drama além do necessário - o piloto da Audi ABT apenas venceu com muita moral e assumiu a ponta do campeonato

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Não poderia ser melhor para Lucas Di Grassi. O piloto da Audi ABT largou no terceiro lugar e desde o começo soube o que queria. Não se assustou quando Sébastien Buemi encostou em sua traseira e continuou tentando passar Nicolas Prost de seu jeito. Depois, usou o FanBoost com maestria. Neste sábado (12) na Cidade do México, não apenas venceu e se tornou líder: teve uma exibição de gala.
 
Di Grassi não foi perfeito do início. Por duas vezes passou reto na chicane – uma delas quando atrasou a freada para passar Prost. Mas seguiu na toada e enfim passou – na volta anterior à ida aos boxes. E no giro exatamente em seguida a contra-atacar, usou o FanBoost e não deixou espaço para Jérôme D'Ambrosio voltar. O resultado foi perfeito, segundo Lucas.
Lucas Di Grassi com punho erguido comemorando a vitória (Foto: Reprodução/Twitter)
"Foi uma corrida perfeita. É muito difícil ultrapassar aqui, o que tornou a primeira metade meio como um jogo de xadrez. precisei de paciência para atacar Prost no momento certo antes do pit-stop, e então usei o FanBoost para ultrapassar Jérôme. Depois disso forcei muito por três ou quatro voltas para abrir uma distância. Me sinto sensacional", falou logo após a chegada no Hermanos Rodríguez.
 
Enquanto boa parte do mundo acreditava que não haveria competição para bater Buemi pelo título, Di Grassi mostrou um leque impecável de exibições e não apenas compete como bate o suíço após cinco das 11 corridas do calendário. São 101 pontos dele contra 95 do rival.
 
Abril será um mês fundamental. Duas corridas, em Long Beach e Paris, fecham a temporada americana e abre a europeia. Se Di Grassi conseguiu se segurar após essas duas, então Buemi precisa começar a pensar em ligar o sinal vermelho.
 
VEJA A EDIÇÃO #19 DO PADDOCK GP, QUE ABORDA STOCK CAR, F1, INDY E F-E

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube