FE

Quarto colocado em 2018, Piquet espera que eP de Marrakech “ressalte carros bons e ruins” da FE

Após iniciar a temporada pontuando em uma corrida de recuperação, Nelsinho Piquet acredita que e tapa marroquina vai matar as dúvidas deixadas na Arábia Saudita e esclarecer quem está na crista da onda de uma briga pelo título da Fórmula E

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
Nelsinho Piquet voltou a pontuar na Fórmula E logo na abertura da temporada, numa pista bem diferente das demais em Ad Diriyah. Neste fim de semana, em Marrakech, o piloto da Jaguar tenta recuperar as boas atuações que viveu no ano passado, inclusive nessa mesma pista. Segundo o piloto, trata-se uma pista que separa os carros bons dos ruins.
 
Na realidade, Piquet teve de se recuperar na primeira prova do campeonato. Uma bandeira amarela causada enquanto ele marcava a volta rápida no treino de classificação fez com que largasse longe das primeiras posições, mas conseguiu chegar em décimo.
 
O quarto posto no Marrocos em 2018 anima. Para Piquet, a pista tem tudo para sanar as dúvidas que a Arábia Saudita deixou e mostrar quais são realmente as maiores candidatas ao título da temporada - que começou com vitória da BMW.
Nelsinho Piquet (Foto: José Mário Dias)
"É uma pista que vai ressaltar os carros bons e ruins da temporada, com poucas chances de safety-car. Então os pilotos vão adotar menos riscos em termos de estratégia, já que deve ser o tempo todo com bandeira verde nos 45 minutos mais uma volta", disse. 
 
"Será um fim de semana importante para nós, evitando erros. Ano passado fui bem aqui, e o importante será maximizar tudo do carro e da equipe", afirmou.
 
A largada do eP de Marrakech está marcada para as 13h do sábado.