Rosenqvist volta a segurar postulantes ao título atrás de si e conquista pole-position para eP de Berlim 2

Após Sébastien Buemi nem passar perto da Superpole no sábado, neste domingo (11) foi a vez de Lucas Di Grassi não conseguir disputar a pole-position. Quem se aproveita disso, claro, é Buemi, que parte da primeira fila. Mas é Felix Rosenqvist, após a vitória do sábado, quem larga na pole-position

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Até aqui – e provavelmente por todo o fim de semana -, o nome da etapa da F-E em Berlim é Felix Rosenqvist. O sueco seguiu a primeira vitória na categoria com a segunda pole-position. Neste domingo (11), Rosenqvist parecia estar apenas roendo pelas beiradas ao entrar na Superpole com o quinto tempo – assim como Lucas Di Grass um dia antes. A volta do novato, no entanto, não foi alcançada. Num campeonato tomado pela briga entre Sébastien Buemi e Di Grassi, a atuação de Rosenqvist é uma grata surpresa que indica o surgimento de um novo protagonista.

Rosenqvist sempre pareceu relativamente perto da ponta no domingo, mas não dava a impressão de ter fôlego para bater os rivais próximos – ao menos em ritmo de classificação. Mas Buemi, logo após ele, passou com uma volta pior. A preocupação maior então seria a dupla de DS Virgin, só que nenhum dos dois conseguiu emular os melhores giros dados pela manhã. Sobrou espaço para o sueco consolidar seu espaço na posição de honra.
 
Apesar de fora da pole, Buemi tende a celebrar o segundo lugar. Depois de ser 14º colocado um dia antes, a primeira fila é preciosa, ainda mais com o rival na disputa do título apenas em sétimo. Buemi precisa abrir espaço para Di Grassi, e essa separação cria uma chance ótima para tanto.
 
As duas DS Virgin irão dividir a segunda fila, mas de forma um tanto que decepcionante. José María López e Sam Bird voavam mais cedo e eram os favoritos. Ledo engano. Pechito López sai em terceiro, enquanto Bird parte na quarta colocação. O último membro da Superpole é Jean-Éric Vergne.
 
Oliver Turvey ainda ocupa o posto à frente de Di Grassi. Daniel Abt, Mitch Evans e Nicolas Prost – esse último quase sempre um desapontamento – fecham o top-10. Nelsinho Piquet larga somente na 18ª colocação.
 
A largada para a segunda corrida em Berlim está marcada para as 11h (horário de Brasília).
Felix Rosenqvist (Foto: Mahindra)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Confira como foi o treino classificatório:

 
Grupo 1 – Nelsinho Piquet, Felix Rosenqvist, Stéphane Sarrazin, Maro Engel e Nick Heidfeld
 
Olhos nas Mahindra após a boa exibição e primeira vitória da equipe no sábado. O responsável pelo feito, Rosenqvist, conseguiu repetir o bom desempenho e cravou um giro em 1min08s035 – um forte caso para a Superpole. Mas Heidfeld não foi capaz de repetir. Com problemas, viu o carro parar brevemente na pista e acabar com as chances de uma boa posição de largada.
 
Piquet também não conseguiu engatar uma boa volta e ficou apenas com 1min09s149. Sarrazin foi um tanto melhor, mas menos do que deveria ser com a Techeetah. Engel também não fez grande tempo, apesar de ser o segundo mais rápido do grupo com 1min08s5.
 
Grupo 2 – Sébastien Buemi, Adam Carroll, Tom Dillmann, Nicolas Prost e Daniel Abt
 
Depois da decepção completa da exibição do treino classificatório de um dia antes, Buemi entrou na pista com grande responsabilidade. E não decepcionou. 0s013 mais rápido que Rosenqvist, o líder do campeonato pulou para a dianteira do treino e em ótimas condições de garantir vaga na Superpole.  
 
Companheiro de Buemi, Prost, como sempre, não foi tão bem. Aliás, nada bem. Anotou o sexto lugar momentâneo que não o classificaria para a Superpole ainda que o grid você cortado pela metade. Abt, por outro lado, foi melhor e entrou na briga com o terceiro posto naquele momento. Dillmann, por sua vez, grudou atrás do companheiro Engel. Carroll foi para a frente apenas de Heidfeld.
Vai entrando, o carro da NextEV China (Foto: F-E)
Grupo 3 – José María López, Lucas Di Grassi, Oliver Turvey, António Félix da Costa e Mitch Evans
 
O primeiro a rodar foi Félix da Costa, mas o português, já vencedor de corrida na F-E, segue lutando com o deficitário carro da Andretti. AFC foi para a parte do fundo do grid, logo à frente de Piquet. Mas apenas o luso foi mal. O terceiro grupo acabou sendo ainda mais forte do que se projetava.
 
López, vindo de bater o recorde de volta da pista do Tempelhof, superou Buemi e pulou para a ponta com 1min07s854. Turvey e Di Grassi, nessa ordem, também entraram no top-5. Lucas, aliás, era o quinto e passava a torcer para ninguém do último grupo superá-lo. E Evans, ainda que fora da Superpole, cravou o sétimo tempo.
 
Grupo 4 – Jean-Éric Vergne, Jérôme D'Ambrosio, Loïc Duval, Sam Bird, Robin Frijns
 
Infelizmente para Di Grassi, Bird não quis qualquer tipo de brincadeira. O inglês superou o companheiro López para fazer a volta mais rápida do treino classificatório: 1min07s805. Junto dele, Vergne também saltou para as primeiras posições – fez o terceiro tempo. 
 
As duas Dragon fizeram um tempo parecido e largarão lado a lado: Duval em 11º, D'Ambrosio em 12º. Frijns, para fechar a fase de chaveamento, ainda conseguiu um 14º posto que parece vitória com esta Andretti.
 
Desta forma, Bird, López, Vergne, Buemi e Rosenqvist passaram para a Superpole. 
Sam Bird (Foto: DS Virgin)

Superpole

Rosenqvist foi o primeiro a entrar no traçado por conta da ordem inversamente proporcional de tempos. E o sueco, vencedor da corrida do sábado, foi novamente sólido. Seu 1min08s208 não foi superado por Buemi, por exemplo. O suíço passou na sequência e ficou atrás do piloto da Mahindra. Vergne errou, foi muito mal e ficou fora da briga.

 
Estava, então, nas mãos das DS Virgin. Carros mais rápidos na pista, se lançaram em meio a altas expectativas. López entrou primeiro, mas falhou, ficou em terceiro. Bird tinha para si a chance de tomar a pole. E não aproveitou. O inglês não foi bem, e conseguiu garantir somente a quarta colocação.

F-E, Berlim, Grid de Largada:

1 FELIX ROSENQVIST SUE MAHINDRA 1:08.208  
2 SÉBASTIEN BUEMI SUI RENAULT 1:08.306 +0.098
3 JOSÉ MARÍA LÓPEZ ARG VIRGIN DS 1:08.454 +0.246
4 SAM BIRD ING VIRGIN DS 1:08.688 +0.480
5 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TECHEETAH 1:09.103 +0.895
6 OLIVER TURVEY ING NEXTEV 1:08.142  
7 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 1:08.223 +0.015
8 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 1:08.348 +0.140
9 MITCH EVANS NVZ JAGUAR 1:08.356 +0.148
10 NICOLAS PROST FRA RENAULT 1:08.465 +0.257
11 LOÏC DUVAL FRA DRAGON 1:08.483 +0.275
12 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 1:08.552 +0.344
13 MARO ENGEL ALE VENTURI 1:08.582 +0.374
14 ROBIN FRIJNS HOL ANDRETTI 1:08.583 +0.375
15 TOM DILLMANN FRA VENTURI 1:08.738 +0.530
16 STÉPHANE SARRAZIN FRA TECHEETAH 1:08.822 +0.614
17 ANTONIO FÉLIX DA COSTA POR ANDRETTI 1:09.085 +0.877
18 NELSINHO PIQUET BRA NEXTEV 1:09.149 +0.941
19 ADAM CARROLL NIR JAGUAR 1:09.543 +1.335
20 NICK HEIDFELD ALE MAHINDRA 1:11.267 +3.059

A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube