Bird derrota Evans e leva pole da Fórmula E em Nova York. Sette Câmara é 5°

Sam Bird comandou uma dobradinha da Jaguar em Nova York, sendo 0s090 melhor que Mitch Evans na classificação. Sérgio Sette Câmara fez rara aparição na superpole e larga em quinto

A Peugeot apresentou seu novo hipercarro: eis o 9X8, que nasce sem asa traseira (Vídeo: Peugeot)

A Fórmula E teve uma classificação apertada neste domingo (11) em Nova York. Teve chuva, teve toques, teve reviravoltas. No meio disso tudo, Sam Bird derrotou Mitch Evans em briga interna da Jaguar e confirmou a pole-position.

A vantagem de Bird sobre Evans foi de apenas 0s090. Mitch tem motivos para se lamentar, já que raspou o muro em sua volta rápida e perdeu tempo crucial. A segunda fila tem Nick Cassidy, apenas 0s001 mais lento que o segundo colocado, e Pascal Wehrlein.

Sam Bird é pole em Nova York (Foto: Fórmula E)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Dentre os brasileiros, destaque para Sérgio Sette Câmara. O brasileiro aproveitou uma classificação afetada por condições climáticas, com a chuva dificultando a vida dos pilotos 2 e 3. O piloto da Dragon estava no 4 e, sem cometer qualquer erro, conseguiu uma vaga heroica na superpole. Por lá, repetiu bom trabalho e garantiu o quinto lugar no grid. Lucas Di Grassi, traído pela chuva, fez o possível e acabou com o 12° lugar no grid.

A Fórmula E volta às pistas em questão de horas. O eP de Nova York 2 tem largada marcada para 14h30 (de Brasília). Na corrida 1, Maximilian Günther venceu.

Saiba como foi a classificação para o eP de Nova York 2

Grupo 1: Edoardo Mortara, Robin Frijns, Jean-Éric Vergne, René Rast, António Félix da Costa, Mitch Evans

A classificação começou com o já tradicional engarrafamento do grupo 1. E com a Techeetah se complicando bastante: Vergne ficou lento no meio da volta, isso enquanto Da Costa errou a primeira curva por completo

Evans foi o mais rápido de todos com 1min08s914, 0s138 melhor que Da Costa. Rast, Mortara e Frijns surgiram atrás, isso enquanto Vergne ficou sem volta competitiva.

Grupo 2: Nyck de Vries, Oliver Rowland, Lucas Di Grassi, Stoffel Vandoorne, Jake Dennis, Maximilian Günther

O segundo grupo veio à pista com uma ameaça crescente: começava a garoar em Nova York, ameaçando acabar com a aderência do asfalto. Ainda não era suficiente para molhar tudo, mas certamente não era o ideal para o sexteto.

Ainda assim, alguns pilotos tiraram coelhos da cartola. Quem o diga Di Grassi, quarto mais rápido em uma pista cada vez mais úmida. Rowland, em sexto, também achou uma vaga provisória na superpole. Frijns e Vergne estavam já fora da superpole.

Mitch Evans completa a dobradinha da Jaguar (Foto: FIA Fórmula E)

Grupo 3: Sam Bird, Nick Cassidy, Pascal Wehrlein, Alexander Sims, Alex Lynn, André Lotterer

A garoa não parava, mas pelo menos parecia aliviar. Isso dava ao terceiro grupo uma chance de achar espaço no top-6, mesmo que com dificuldades extras.

As voltas começavam a vir e ficava claro: a pistava estava boa novamente. Bird virou líder, isso com Wehrlein em segundo. Assim, Evans aparecia em terceiro. Cassidy e Lotterer também conseguiram espaço provisório na superpole, surgindo em quarto e quinto. Da Costa ficava na linha de corte, em sexto.

Grupo 4: Sébastien Buemi, Oliver Turvey, Sérgio Sette Câmara, Norman Nato, Tom Blomqvist, Joel Eriksson

A chuva já parecia ser coisa do passado na altura do quarto grupo, e isso tinha potencial de ajudar muito os últimos seis pilotos na pista. Ainda mais porque todo mundo se comportou na volta de aquecimento, com bastante espaço entre todo mundo.

Sette Câmara tinha potencial de aproveitar isso. O brasileiro fez o melhor primeiro setor e, sem errar nos outros dois, garantiu o sexto lugar. O piloto da Dragon estava na superpole, até porque nenhum dos outros conseguiu encontrar tempos competitivos.

Superpole: Sam Bird, Pascal Wehrlein, Mitch Evans, Nick Cassidy, André Lotterer, Sérgio Sette Câmara

Mais lento dentro os classificados para a superpole, Sette Câmara teve de ir à pista antes de todo mundo. O piloto encaixou uma volta bastante competitiva, de 1min08s988, e deixou claro podia ir além do sexto lugar.

Isso ficou claro com Lotterer na pista. O alemão errou na primeira curva e terminou 0s2 pior que Sette Câmara, ainda na pole provisória. Só que não durou muito: Cassidy fez uma volta livre de erros e acabou com 1min08s663, 0s3 melhor que o brasileiro.

O próximo na fila de pilotos era Evans, que tomou a pole provisória com estilo. O piloto da Jaguar tocou o muro com força no começo da volta, mas terminou 0s001 melhor que Cassidy. Wehrlein tentou melhorar, mas não conseguiu. Coube a Bird, também da Jaguar, achar girou 0s090 mais rápido para virar pole e comandar dobradinha.

Fórmula E 2021, Nova York, Classificação:

1S BIRDJaguar1:08.572 
2M EVANSJaguar1:08.662+0.090
3N CASSIDYVirgin Audi1:08.663+0.091
4P WEHRLEINPorsche1:08.818+0.246
5S. SETTE CÂMARADragon Penske1:08.988+0.416
6A LOTTERERPorsche1:09.201+0.629
7A.F. DA COSTADS Techeetah1:09.052+0.480
8A LYNNMahindra1:09.166+0.594
9A SIMSMahindra1:09.229+0.657
10N NATOVenturi Mercedes1:09.236+0.664
11R RASTAudi1:09.256+0.684
12L DI GRASSIAudi1:09.328+0.756
13S BUEMINissan1:09.339+0.767
14E MORTARAVenturi Mercedes1:09.393+0.821
15J ERIKSSONDragon Penske1:09.495+0.923
16O ROWLANDNissan1:09.499+0.927
17O TURVEYNIO1:09.620+1.048
18T BLOMQVISTNIO1:09.649+1.077
19J DENNISBMW1:09.969+1.397
20S VANDOORNEMercedes1:10.089+1.517
21R FRIJNSVirgin Audi1:10.341+1.769
22N DE VRIESMercedes1:10.599+2.027
23M GÜNTHERBMW1:10.637+2.065
24J.E. VERGNEDS Techeetah1:21.673+13.101

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar