Vergne surge no apagar das luzes, bate Lynn e puxa fila no segundo treino livre em Santiago. Di Grassi é 10º

O segundo treino livre da Fórmula E para o eP de Santiago também foi definido no fim e no detalhe. Desta vez, Jean-Éric Vergne liderou ao superar Alex Lynn

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Jean-Éric Vergne foi o líder do segundo treino livre da Fórmula E neste sábado (3) em Santiago. Mais uma vez, a sessão foi definida no apagar das luzes, com o francês aparecendo para tirar Alex Lynn da ponta. O inglês, aliás, liderou basicamente o treino todo. A marca do francês da Techeetah foi 1min18s662, até então, a melhor do dia.

Lynn ficou apenas 0s03 atrás de Vergne, aparecendo na frente de Mitch Evans, que vem sendo um dos destaques da preparação para a etapa chilena. Na sequência vieram as Mahindra, com Nick Heidfeld em quarto e Felix Rosenqvist no quinto lugar. 

Sam Bird não teve o mesmo desempenho do TL1 e ficou bem atrás da marca estabelecida pelo companheiro Lynn. O inglês da Virgin virou 1min19s2, fechando em sexto. Edoardo Mortara e Daniel Abt apareceram na frente dos grandes rivais Sébastien Buemi e Lucas Di Grassi, que fecharam o top-10.

Nelsinho Piquet não conseguiu se encontrar no TL2 e ficou apenas com o 17º melhor tempo. Nicolas Prost, enquanto isso, foi o responsável da vez pela bandeira vermelha que encerrou a sessão.

Jean-Éric Vergne liderou o TL2 (Foto: Reprodução/Twitter)

Confira como foi o TL2 em Santiago

Assim como no primeiro treino livre, o TL2 começou pontualmente no horário marcado e com movimentação intensa na pista logo de cara. Desta vez, porém, os tempos já foram ficando extremamente rápidos logo nos primeiros dos 30 minutos de sessão.

 
O primeiro a impressionar foi Sébastien Buemi, que conseguiu virar 1min19s2, sendo seguido de perto por Lucas Di Grassi. No entanto, as marcas ainda ficariam melhores e até abaixo de 1min19s. Alex Lynn e Mitch Evans foram os primeiros a conseguirem tal feito.
 
Com o ritmo acelerado do início do treino, os tempos não foram caindo durante a sessão toda, então eram raras as mudanças de posição nos primeiros lugares. Mesmo assim, Nick Heidfeld ainda conseguiu se meter no top-3 antes dos 15 minutos, também baixando da casa de 1min19s.
A dupla da Virgin é destaque até aqui em Santiago (Foto: Reprodução/Twitter)
, Lynn puxava a fila com um grande giro em 1min18s692 e via apenas Evans, Heidfeld e Felix Rosenqvist conseguindo andar minimamente próximos. Em busca de reação no campeonato, Buemi era oitavo e Di Grassi, o nono.
 
Porém, como é normal da Fórmula E, nada estava definido e, já no apagar das luzes, Jean-Éric Vergne surgiu para arrancar Lynn da primeira posição, virando 0s03 mais veloz que o rival em 1min18s662.
 
Aquele foi basicamente o último ato dos treinos livres, já que Nicolas Prost resolveu estampar o carro no muro na curva 9 e, consequentemente, acabar acionando a bandeira vermelha definitiva da sessão.

Fórmula E, eP de Santiago, TL2:
1 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TECHEETAH 1:18.662   13
2 ALEX LYNN ING VIRGIN DS 1:18.692 +0.030 12
3 MITCH EVANS NZL JAGUAR 1:18.872 +0.210 12
4 NICK HEIDFELD ALE MAHINDRA 1:18.887 +0.225 11
5 FELIX ROSENQVIST SUE MAHINDRA 1:18.962 +0.300 17
6 SAM BIRD ING VIRGIN DS 1:19.227 +0.565 13
7 EDOARDO MORTARA SUI VENTURI 1:19.240 +0.578 15
8 DANIEL ABT ALE AUDI ABT 1:19.264 +0.602 13
9 SÉBASTIEN BUEMI SUI RENAULT 1:19.274 +0.612 12
10 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI ABT 1:19.320 +0.658 13
11 OLIVER TURVEY ING NIO 1:19.364 +0.702 13
12 JOSÉ MARÍA LÓPEZ ARG DRAGON 1:19.414 +0.752 11
13 LUCA FILIPPI ITA NIO 1:19.671 +1.009 10
14 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL DRAGON 1:19.714 +1.052 11
15 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR ANDRETTI 1:19.803 +1.141 15
16 ANDRÉ LOTTERER ALE TECHEETAH 1:20.039 +1.377 14
17 NELSINHO PIQUET BRA JAGUAR 1:20.051 +1.389 12
18 MARO ENGEL ALE VENTURI 1:20.143 +1.481 17
19 TOM BLOMQVIST ING ANDRETTI 1:20.298 +1.636 12
20 NICOLAS PROST FRA RENAULT 1:20.301 +1.639 12

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar