F2

Vice na GP3, Abt substitui Guitiérrez e é novo companheiro de Calado na Lotus na próxima temporada da GP2

Piloto vai continuar sendo piloto na Lotus, agora na GP2, e agradeceu a oportunidade de subir de categoria na próxima temporada. Chefe de equipe, Frederic Vasseur elogiou Abt e diz que ele tem o necessário para ajudar o time
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Daniel Abt será um dos pilotos da Lotus ART em Barcelona (Foto: Instagram/Daniel Abt)

Nesta quarta-feira (19), Daniel Abt foi anunciado como novo companheiro de equipe de James Calado na Lotus para a próxima temporada da GP2. Ele vai ocupar a vaga que era de Esteban Gutiérrez, que acertou sua ida para a Sauber e vai ser o companheiro de Nico Hülkenberg na equipe na próxima temporada.

Vice-campeão da GP3, atrás apenas de Mitch Evans por dois pontos, ele afirma que espera manter o bom relacionamento com a equipe na nova categoria. “Não posso dizer o quanto estou feliz por ter a oportunidade de correr na GP2 com a melhor equipe que eu podia imaginar”, disse Abt.

Abt vai ser o novo piloto da Lotus GP na GP2 (Foto: GP2/Divulgação)

“Já tivemos na GP3 um relacionamento muito bom e trabalhamos bem em conjunto. Nós terminamos em segundo no campeonato e parece ser a escolha certa dar um passo maior na minha carreira. Claro, é sempre um grande desafio para os pilotos e a equipe, mas estou certo de que tenho o pacote perfeito para conseguir ótimos resultados”, completou.

O piloto alemão de 20 anos agradeceu ao chefe de equipe, Frederic Vasseur, por ter a chance de fazer a temporada completa da GP2 no próximo ano. “Quero agradecer Frederic Vasseur e todos os meus parceiros por acreditarem em mim e me oferecer a oportunidade de fazer a temporada da GP2 em 2013 com a Lotus GP”, falou.

Já Vasseur só fez elogios ao piloto e conta com ele para elevar o patamar da equipe no próximo ano. “Daniel é o piloto da GP3 que mais evoluiu no decorrer da temporada passada. Ele terminou em primeiro ou segundo lugar nas últimas sete corridas, mostrando que ele tem o que é preciso para lutar pelo título e que mereceu ganhar”, afirmou.

“Sua cabeça, seu talento e sua capacidade de adaptar-se e crescer, e estar na Lotus, vai ajudá-lo a dar um bom passo dentro da GP2, quando terá um ambiente profissional que tem a cultura de ganhar”, finalizou.