Campeão de 2014, Rimbano foca no turismo em busca da Stock Car e revela lição aprendida com Ingo

O paulista Pietro Rimbano, hoje com 17 anos, planeja competir no Brasileiro de Turismo na temporada 2016 para, depois, buscar uma vaga no grid da Stock Car. Ele foi campeão da Seletiva de Kart Petrobras em 2014

MAIS

Confira o hotsite especial da Seletiva no GRANDE PRÊMIOAcesse o site oficial da Seletiva Petrobras
O campeão da edição de 2014 da Seletiva de Kart Petrobras está na Granja Viana para acompanhar a final deste ano. Pietro Rimbano, que foi terceiro neste mesmo kartódromo em 2013 e venceu no ano passado em Guaratinguetá, contou que o programa de orientação o ajudou a optar por trilhar o caminho das categorias de turismo e partir em busca de uma chance na Stock Car.

Neste ano, o paulista de 17 anos está disputando o campeonato da Sprint Race. A duas rodadas duplas do fim, ocupa a quarta posição na tabela e segue lutando pelo título. Ainda acontecerão provas em Curitiba, em novembro, e em São Paulo, em dezembro. A meta para 2016 é passar para o Brasileiro de Turismo.

Logo após ser campeão da Seletiva em 2014, Rimbano disse que pretendia usar o programa de orientação para decidir que rumo seguir: turismo ou fórmula. Foi a Europa fazer um teste de F-Renault, treinou em um simulador de F1 e fez, no Brasil, o curso de pilotagem da Mitsubishi com o 12 vezes campeão da Stock Car, Ingo Hoffmann. E tomou a decisão.

Pietro Rimbano foi o campeão da Seletiva Petrobras em 2014 e acompanha as atividades na Granja neste ano (Foto: Fabio Oliveira/Radical Motors)

"O Ingo me ensinou a ver as coisas de uma forma diferente", falou o piloto ao GRANDE PRÊMIO. "Vem mudando um pouco recentemente, dá para ganhar dinheiro aqui também. Eu pensava que era só gastar e não ir a lugar nenhum. Mas hoje dá para andar e ser convidado depois também para ir para fora. E o caminho de fórmula é muito difícil."

De qualquer forma, ele guarda o aprendizado da experiência com o carro da F-Renault em Jerez. "Achei que nunca fosse andar de fórmula, e pude andar em uma pista de F1, com o melhor carro da categoria, da Koiranen. Foi muito bom. No simulador de F1, deu para ver como é o estilo de guiar do carro, e, na visita à Williams, conhecer como é a estrutura de uma equipe de F1", disse.

Rimbano também deu seu palpite para a final deste ano. Apostou na experiência, não necessariamente em finais de Seletiva, mas como um todo: Vinícius Papareli e Gaetano di Mauro.

Em 2015, assim como foi com Rimbano em 2014, os melhores pilotos serão escolhidos para um programa de orientação que inclui teste de F-Renault na Europa, o curso de pilotagem da Mitsubishi com o Lancer Evo e um treino em um simulador de F1. Além disso, o campeão leva um cheque de R$ 64 mil.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube