Giro BR #19: Quando faltou espírito esportivo aos brasileiros nas pistas

O Giro BR #19 discutiu momentos em que o espírito esportivo foi deixado de lado pelos brasileiros nas pistas ao redor do mundo

O Giro BR #19 desta terça-feira (27), que foi ao ar na Twitch do GRANDE PRÊMIO, trouxe à baila momentos polêmicos de pilotos brasileiros nas pistas ao redor do mundo. Na esteira do episódio protagonizado por Lucas Di Grassi do Ep de Londres 2, que tentou ganhar posições passando pelo pit-lane, e foi desclassificado.

Além do episódio mais recente protagonizado pelo piloto da Audi na Fórmula E, outras atitudes de Di Grassi foram relembradas pela equipe, como a batida dele em Sébastien Buemi, em 2016, e da desclassificação do piloto na Corrida do Milhão da Stock Car, em 2019.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Alain Prost e Ayrton Senna protagonizam cena icônica (Foto: Reprodução/TV)

Com vista no passado do automobilismo nacional, a mesa redonda relembrou o acidente protagonizado por Nelsinho Piquet no GP de Singapura de 2008, para auxiliar Fernando Alonso, à época companheiro de equipe do brasileiro na Renault. E o famoso acidente envolvendo Ayrton Senna e Alain Prost no GP do Japão, que decidiu em prol do brasileiro o Mundial de 1990.

Por fim, o programa discutiu episódios relacionados a Olimpíada 2020, que segue em curso em Tóquio, e que trouxe diversos episódios relacionados ao espírito esportivo.

O Giro BR #19 tem apresentação de Fernando Silva, participação de Gabriel Carvalho e Lucas Couto e produção de Rodrigo Berton. O programa vai ao ar toda terça-feira, na Twitch, a partir de 13h (de Brasília).

Lucas Di Grassi passou pelos boxes durante o safety-car para ganhar posições (Vídeo: Fórmula E)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar