WGP: Última dança de Räikkönen, silly season agitada e vaias para Hamilton

A despedida de Kimi Räikkönen, a dança das cadeiras da Fórmula 1 e a rivalidade Lewis Hamilton e Max Verstappen no GP da Holanda. Tudo isso foi assunto do WGP desta quinta-feira (2)

F1 NA HOLANDA: ÚLTIMA DANÇA DE RÄIKKÖNEN, SILLY SEASON AGITADA E VAIAS PARA HAMILTON | WGP

Na última quarta-feira (01), Kimi Räikkönen anunciou a aposentadoria da Fórmula 1 ao final da temporada de 2021. E, com a saída do campeão mundial de 2007, abrem-se portas para a tão esperada dança das cadeiras acontecer. George Russell já deixou claro que sabe qual equipe vai defender no ano que vem, enquanto Valtteri Bottas se resumiu a dizer que “tudo está caminhando certo” para sua continuidade na F1, provavelmente na Alfa Romeo.

“Seria bom um contrato de vários anos. Nunca tive algo assim antes na F1. Assim, isso pode te dar um compromisso bom e total com a equipe, não somente para aquele ano, mas sabendo que o trabalho segue em frente”, disse o finlandês.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Zandvoort recebe a F1 neste fim de semana (Foto: Robin Van Lonkhuijsen/AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Por isso, o WGP desta quinta-feira (2) discutiu a dupla Lewis Hamilton-George Russell, a continuidade de Bottas na categoria, além do marco na história que o ‘Homem de Gelo’ deixa nos corações dos apaixonados por automobilismo.

WGP teve apresentação de Juliana Tesser, além dos comentários de Ana Paula Cerveira e do convidado especial Pedro Henrique Marum. Na produção, Rodrigo Berton.

RÄIKKÖNEN ANUNCIA APOSENTADORIA DA F1 + OUTRAS NÃO CORRIDAS DA HISTÓRIA | #TTGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar