11 meses após acidente, Wickens retorna e pilota pace-car da Indy em Toronto

Em parceria feita com Honda e Arrow Eletronics, Robert Wickens poderá pilotar pela primeira vez desde o gravíssimo acidente sofrido em Pocono, no ano passado. Em Toronto, canadense conduzirá o grid na volta de apresentação

11 meses após o terrível acidente sofrido em Pocono, Robert Wickens deu mais um importante passo em sua recuperação. O piloto canadense conduzirá o pace-car durante a volta de apresentação do GP de Toronto da Indy, que acontece no próximo domingo (14).
 
O carro, um Honda NSX, foi adaptado para Wickens controlar com as mãos, já que o piloto não se recuperou completamente das lesões sofridas no acidente no GP de Pocono, em 2018, que inclui a paraplegia. Wickens fez pequenos avanços desde que iniciou o processo de fisioterapia.
Honda NSX adaptado para Wickens (Foto: Reprodução)
As adaptações do carro foram desenvolvidas pela Arrow Electronics, empresa que patrocina a Schmidt-Peterson, equipe na qual Wickens correu pela Indy em 2018 e ainda tem contrato. O acelerador é um modelo de anel colado ao volante, e os freios controlados pelas mãos do piloto.

"Eu tive essa ideia em janeiro e apresentei para a Arrow, e eles ficaram muito interessados porque isso é uma demonstração do que eles fazem. Obviamente esperava ter em Toronto, por ser uma corrida patrocinada pela Honda e no meu país natal, mas estou surpreso por ter acontecido tão rápido", contou Wickens em entrevista à revista 'Autosport'.

 
O GP de Toronto acontece no domingo (14), a partir de 16h30 no Horário de Brasília e com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

Paddockast #23
Lágimas em Le Mans

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube