Após chegar 70% perto de acordo, Schmidt deixa porta aberta para "grande piloto" Barrichello em 2014

A Schmidt foi uma das equipes que Rubens Barrichello negociou na busca por uma vaga na temporada 2013 da Indy e, no que depender do dono do time, o brasileiro terá lugar na categoria no ano que vem

As informações do GP de São Petersburgo em tempo real
As imagens do GP de São Petersburgo da Indy

Rubens Barrichello tem lugar no grid da Indy para a temporada 2014. Ao menos, esse é o desejo de Sam Schmidt, dono de uma das equipes mais promissoras da categoria. Barrichello e Schmidt negociaram por um bom tempo no ano passado em busca de um acordo para 2013, mas as conversas cessaram quando o piloto decidiu voltar ao Brasil para correr na Stock Car. A porta, no entanto, está aberta.

Em entrevista ao Grande Prêmio em São Petersburgo, na Flórida, Schmidt fez uma série de elogios ao piloto mais experiente da história da F1, e não culpou Rubens por desistir da Indy quando tudo estava “60% ou 70%” acertado.

“Eu acho que ele é ótimo para a Indy e seria ótimo tê-lo no nosso carro, mas não foi possível. Tentamos um acerto para a temporada toda, mas não conseguimos fechar os acordos na velocidade que precisávamos”, lamentou o dirigente, que definiu Barrichello como “um grande embaixador para o esporte e um grande piloto”.

Rubens Barrichello esteve perto de acertar com a Sam Schmidt para a temporada 2013 (Foto: IndyCar/LAT USA)

Segundo Schmidt, quando Barrichello optou pela categoria brasileira, eles ainda não tinham o orçamento completo. “Então eu não o culpo, mas ainda quero trabalhar para tentar fazer algo no próximo ano”, revelou.

Perguntado sobre a possibilidade de o piloto disputar provas isoladas por seu time em 2013, Schmidt desconversou: “Neste ano, com as transmissões da F1 e a Stock Car, não vai haver tempo”, mas que para 2014 deixa "as portas abertas" para Barrichello.

Sem vaga na F1 após a temporada 2011, Barrichello voltou para o lado de cá do Oceano Atlântico e fechou de última hora com a KV para correr na Indy. Porém, a adaptação não foi tão fácil como se esperava e ele sequer terminou o campeonato entre os dez primeiros na tabela de pontuação. O melhor resultado foi um quarto lugar na etapa de Sonoma.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube