Após fratura no dedo da mão durante GP de São Petersburgo, Jones é liberado para etapa de Austin

A Carpenter não vai precisar encontrar outro piloto para substituir Ed Jones no Circuito das Américas. O piloto dos Emirados Árabes Unidos fraturou um dedo da mão esquerda após acidente na abertura da temporada, mas foi liberado pela equipe médica da Indy

A Indy anunciou na tarde desta quinta-feira (21) que Ed Jones está liberado pela equipe médica e vai participar da segunda etapa do campeonato, no próximo fim de semana, no que vai ser a estreia da Indy no Circuito das Américas.
 
Jones fraturou um dedo da mão esquerda após colidir no muro durante o GP de São Petersburgo que abriu a temporada 2019. Segundo a categoria, Jones procurou um especialista em Miami, dias depois, e imobilizou a mão.
Acidente entre Ed Jones e Matheus Leist em São Petersburgo (Foto: Reprodução/NBC)

A liberação chegou por meio do diretor-médico da Indy, Geoffrey Billows. É a exigência institucional para que um piloto machucado seja liberado para participar da próxima etapa.

 
Dono do carro #20 da Carpenter em pistas mistas – ele cede o bólido para o chefe Ed Carpenter nos ovais -, Jones tem Spencer Pigot como companheiro de equipe nesta temporada. 
 
A estreia da Indy no Austin acontece no domingo às 14h30 (de Brasília). 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube