Indy

Após pancada em classificação, Kanaan é liberado por centro médico apesar de dores no joelho e nas costas

Tony Kanaan colidiu contra a barreira de pneus durante o treino classificatório da Indy em Long Beach. Apesar de sentir dores no joelho e nas costas, o baiano da Foyt foi liberado para largar após passar pelo centro médico da categoria.

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Tony Kanaan precisou ir ao centro médico da Indy em Long Beach após o acidente no treino classificatório do sábado (13). O piloto da Foyt bateu forte ainda na primeira fase da classificação, e precisou passar por avaliação dos médicos para largar no domingo do 21º lugar.

Em sua conta oficial no Twitter, o baiano agradeceu o trabalho dos médicos, afirmando que seria impossível participar da corrida de hoje sem eles pelas dores que apresentava em decorrência da batida.


Kanaan colidiu contra a barreira de pneus na curva 6, e foi ao centro médico com dores fortes nas costas e no joelho. O veterano foi liberado para competir, e partirá exatamente uma posição atrás do companheiro de equipe e compatriota Matheus Leist, já que suas duas melhores voltas foram anuladas por ter causado bandeira vermelha.
Tony Kanaan parte de 21º (Foto: Indycar)
A Foyt ainda busca o primeiro top-10 na temporada. Kanaan vem em 18º no geral, com Leist na 23ª colocação.

O GP de Long Beach, quarta etapa da temporada 2019 e segunda disputada em um circuito de rua, tem largada marcada para às 17h30 (Horário de Brasília) e tem cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.