Rasmussen se sagra campeão da Indy Pro 2000. Roe encerra ano com triunfo em Mid-Ohio

Christian Rasmussenn precisou apenas largar para garantir título da Indy Pro 2000. Etapa foi movimentada, com cinco líderes diferentes

Christian Rasmussen precisava apenas largar na corrida 2 de Mid-Ohio, pela Indy Pro 2000, para assegurar o título de 2021. E após pular a classificação, tendo assim o objetivo de evitar danos ao carro, o piloto dinamarquês da JHDD largou em 11º e conseguiu chegar em terceiro, completando o pódio que teve James Roe Jr., da Turn 3 Motorsport, na primeira posição, e Enaam Ahmed, da Juncos. Desta forma, Rasmussen confirmou a taça de campeão da segunda categoria na escada do Road to Indy.

A corrida final da temporada foi muito movimentada, com cinco pilotos diferentes ocupando a primeira colocação. Além do vencedor Roe Jr., Artem Petrov, Hunter McElrea, Braden Eves e Enaam Ahmed comandaram o pelotão em algum momento. Ahmed, o segundo colocado, terminou apenas 0s141 atrás do vencedor.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Rasmussen já estava muito próximo do título, que foi confirmado neste domingo, em Mid-Ohio (Foto: Pro 2000)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Nono colocado, Jacob Abel conseguiu a volta mais rápida da corrida graças aos pneus slicks. Além dos três primeiros, completaram o top-10, em ordem, Artem Petrov, Christian Brooks, Hunter McElrea, Jack William Miller, Wyatt Brichacek, Jacob Abel e Braden Eves.

JAMES ROE; INDY PRO 2000;
James Roe encerrou a temporada com vitória em Mid-Ohio (Foto: Indy Pro 2000)

Na tabela final do campeonato, Rasmussen terminou com 445 pontos, enquanto o segundo colocado, Eves, teve 407. Em seguida, McElrea concluiu a temporada com 378. Petrov foi o quarto, com 374, enquanto Reece Gold marcou um total de 366.

Jacob Abel chegou a 287, enquanto o vencedor deste domingo, Roe, ficou com 243 tentos. Kyffin Simpson, com 231, Manuel Sulaiman, com 214, e Wyatt Brichacek, com um total de 214 somados, concluíram a relação dos dez primeiros de uma temporada que, ao menos no começo, contou com Enzo Fittipaldi, que depois migrou para a Fórmula 3 e, depois, para a Fórmula 2 em 2021.

LEIA TAMBÉM
Pai de Verstappen anuncia retorno às pistas mais de dez anos após aposentadoria
Mercedes vê “pontas soltas” e admite desperdício de pontos em briga com Red Bull
Ricciardo cobra tatuagem de ex-chefe um ano após ir ao pódio e vencer aposta
Chefe da AlphaTauri crê em vida difícil para companheiros de Verstappen na Red Bull

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar