GUIA 2019: Em estágios diferentes, Kohl, Tomaselli e Dudu Barrichello trilham caminho para Indy

O Brasil segue com boa presença no Road to Indy. Em 2019, três pilotos representam o país: Lucas Kohl disputa no estágio mais alto, a Indy Lights, enquanto Bruna Tomaselli e Dudu Barrichello estão no primeiro degrau, a USF2000

GUIA 2019
Trio-de-ferro abre na frente e coloca em xeque imprevisibilidade da Indy

? Dixon tenta botar regularidade na frente do atrevimento de Rossi

O Road to Indy vem sendo um território frequentemente ocupado por jovens e promissores pilotos brasileiros. Em 2019 não será diferente, ainda que o contingente de representantes tenha caído pela metade em relação a 2018: de seis para três.
 
No ano passado, Victor Franzoni foi o representante único na Indy Lights, enquanto Carlos Cunha e Rafa Martins estiveram na então Pro Mazda e Lucas Kohl, Igor Fraga e Bruna Tomaselli fizeram a temporada da USF2000. Em 2019, Kohl e Tomaselli seguem no caminho para o topo do automobilismo americano, recebendo a companhia de Dudu Barrichello.
 
Kohl é o mais experiente da turma. Com apenas 20 anos, o gaúcho de Santa Cruz do Sul já tem no currículo três temporadas completas no Road to Indy, todas elas na USF2000, a porta de entradas do programa. A evolução foi clara, com 12º lugar em 2016, sétimo em 2017 e terceiro em 2018 e o resultado foi a promoção direta para a Indy Lights sem precisar passar pela agora Pro 2000.

Lucas Kohl vai defender a Belardi em 2019 (Foto: Indy Lights)

Lucas vai guiar pela Belardi, um dos mais tradicionais times da categoria de acesso à Indy e terá como companheiro de equipe Zachary Claman DeMelo, que teve alguns bons momentos como titular da Dale Coyne em 2018. Além do canadense, os americanos Oliver Askew e David Malukas e o holandês Rinus VeeKay são fortes adversários que Kohl deve ter na luta pelo título.

 
Bruna vai para seu terceiro ano nos EUA, todos eles na USF2000. Aos 21 anos, a catarinense da pequena cidade de Caibi assinou com a poderosa Pabst e vai ter uma chance real de buscar grandes resultados. 

Eduardo Barrichello vai disputar a temporada 2019 da USF2000 (Foto: MV)

Bruna vem em evolução, saltando do 21º para o 16º lugar do seu ano de estreia para a segunda temporada. Um top-5 não seria nada mal para conquistar uma vaguinha na Pro 2000 em 2020.
 
Quem fecha a turma é Eduardo Barrichello, o filho mais velho de Rubens. Aos 18 anos, o garoto vem de uma temporada na F4 norte-americana, terminando em 20º, mas em franca evolução na segunda metade do certame.
 
Dudu vai correr pela Miller Vinatieri, equipe novata formada pelo ex-piloto Jack Miller e pelo kicker da NFL Adam Vinatieri. Não se sabe ainda o real potencial do time, mas Dudu pode ter boas chances na USF2000, categoria com grande quantidade de calouros.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube