Hunter-Reay critica Power após acidente: “Tem sido uma bola de destruição”

Ryan Hunter-Reay queria igualar ou melhorar o resultado conquistado em Elkhart Lake no sábado, mas os sonhos desmoronaram na largada, quando Will Power o tocou

Ryan Hunter-Reay se irritou após o acidente que o eliminou ainda na primeira curva da segunda corrida em Elkhart Lake, disputada neste domingo (12). Após largar em quarto, o piloto da Andretti foi tocado por Will Power, perdeu o controle e parou na caixa de brita.

Um dos destaques do treino classificatório, Hunter-Reay esperava repetir ou até melhorar a quarta posição conquistada na corrida de sábado, mas lamentou o choque e criticou o rival Power, com quem disputou o título em 2012 e saiu vitorioso.

“Eu tive uma boa largada, estava com mais downforce e esperava uma corrida forte. Realmente achava que poderia ir bem, mas fui acertado por trás. Não vi nada”, disse em entrevista à NBC.

Ryan Hunter-Reay largou em quarto, mas não completou uma volta em Elkhart Lake (Foto: Indycar)

“Eu não sei onde ele estava indo. Will parecia desesperado, ele tem sido uma bola de destruição. É infeliz, conseguimos bons pontos ontem, tivemos problemas nas primeiras corridas. Estávamos encaixando. Era uma corrida longa, mas é isso, vamos juntar os cacos e ir para Iowa. Agradeço a todos da equipe”, completou.

Além de Hunter-Reay, Power bateu com Graham Rahal, que atingiu o muro com força. Ryan afirmou que os incidentes não são característicos do campeão da temporada 2014, e pretende dialogar para entender a situação.

“Não é o tipo dele. Finalmente conseguiu bons pontos ontem. É uma temporada longa e precisamos fazer algo para alcançar Dixon. Eu não sei o que se passa, não dá para ganhar na primeira curva. Eu vou perguntar sobre, mas ele me acertou, tirou o Graham e agora se tirou. Não sei o que acontece, mas vou dar o benefício da dúvida”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube