Indy anuncia teste com Shield para fevereiro durante treinos coletivos da pré-temporada em Phoenix

O sistema de proteção ao piloto no cockpit aparecerá em carros da Indy em fevereiro de 2018, em testes coletivos da categoria antes do início da temporada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O Shield (jna tradução literal, escudo); sistema de proteção ao piloto no cockpit, será testado pela Indy em 2018. A ideia, segundo Jay Frye,  presidente de operações e competições da categoria, é realizar o teste em fevereiro, durante testes coletivos em Phoenix.

O sistema trata-se de um disco de PVC plano que fica encaixado na parte frontal do cockpit. Testado pela FIA na F1, acabou sendo deixado de lado. Na principal categoria do automobilismo, o sistema escolhido foi o Halo.

O plano inicial da Indy era realizar os testes com o Shield já em 2017, mas a ideia foi adiada para que o protótipo fosse mais desenvolvido.

A versão do Shield que foi testada na F1 (Foto: Divulgação)

"Nosso objetivo é testá-lo e nos sentirmos bem com ele, ver o quão evoluído está", disse Frye em entrevista à 'Autosport'.

"Fizemos muitas simulações, muito de tudo, mas ainda não testamos em um carro. Na verdade, testamos em carro parado. Mas não em velocidade, ou em pista, então estamos trabalhando para que issoseja feito no teste", continuou.

Frye está positivo com a futura reação do público: "Será boa. As pessoas verão sua estética, o desempenho, seus ganhos e o que isso traz para o desempenho do carro", finalizou.

O teste será feito com o novo kit aerodinâmico da Dallara, que será usado por todas as equipes em 2018.

A próxima temporada da Indy terá início no dia 11 de março, em São Petersburgo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube