Newgarden rebate Rahal e diz que crescimento da F1 nos EUA “pode ser benéfico” para Indy

Ao contrário do companheiro de disputa, bicampeão da Indy afirmou que as duas categorias têm espaço para crescerem juntas - e que isso não é necessariamente uma coisa ruim

NEWGARDEN TEM INÍCIO DE TEMPORADA DIFERENTE E FUNDAMENTAL NA BUSCA DO TRI NA INDY 2022

Depois de Graham Rahal falar poucas e boas sobre a ‘invasão’ da Fórmula 1 nos Estados Unidos, Josef Newgarden tratou de colocar panos quentes na história. O bicampeão da Fórmula Indy não concordou com o companheiro de disputa e afirmou que o crescimento da F1 em território americano também pode ser benéfico à categoria local de monopostos.

As declarações de Rahal ocorreram após a Fórmula 1 anunciar que, a partir de 2023, irá correr em Las Vegas. Para a próxima temporada, serão três corridas em território americano – Miami e Austin, no Circuito das Américas, também estão inclusas no calendário. O piloto americano de 33 anos fez duras críticas à maior presença da F1 nos Estados Unidos e cobrou que o gestor da Indy, Roger Penske, adotasse postura menos conservadora e levasse a categoria à Europa “para contra-atacar”.

Graham Rahal, piloto da Indy, rivalizou a Fórmula 1 e falou poucas e boas sobre a categoria (Foto: Indycar)

“Eu acho que é inegável que o momento está todo a favor da Fórmula 1”, começou Newgarden. “Tem sido assim nos últimos anos e estamos vendo os efeitos disso. Está apenas continuando a ter o seu impacto aqui nos Estados Unidos, provavelmente mais do que em qualquer outro lugar do mundo. O que amo quanto a isso é que estamos atraindo muitos novos fãs ao automobilismo, que tipicamente não dariam atenção ao esporte. Penso que isso só pode ser positivo para nós no lado da Indy, para ser bem sincero”, analisou.

“Se você está interessado na Fórmula 1 e isso o cativa, não vejo nenhuma razão pela qual – se o expormos às corridas da IndyCar – você não se cative pela Indy também, se não mais”, continuou Newgarden, que venceu o GP mais recente da temporada de 2022 da Indy, no Texas, na última curva da última volta. “Sempre fui da opinião que, se você é fã de automobilismo, você é fã de todas as categorias. Talvez essa não seja a classificação para todos que fazem parte desse novo fluxo que a F1 está trazendo, mas penso que nosso estilo de corrida é tão similar e existem tantos paralelos entre as duas categorias, que realmente podemos engajar com essa nova leva de fãs que eles estão criando”, disse.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A região de Las Vegas Strip vai receber a terceira corrida da F1 nos EUA (Foto: Reprodução)

“Eu amo a Fórmula 1. Amo a Indy um pouco mais, mas penso que as duas categorias têm espaço para crescerem juntas, e isso não é uma coisa ruim para nós”, concluiu o bicampeão.

Na tabela de classificação da Indy, Josef Newgarden pulou para a quarta posição na classificação geral após o triunfo no Texas, com 65 pontos. Scott McLaughlin é o líder, com 97 pontos conquistados. A categoria americana de monopostos retorna às ações já neste fim de semana, no dia 10 de abril, para o GP de Long Beach.

McLAUGHLIN NA INDY 2022: PINTOU O FAVORITO ABSOLUTO AO TÍTULO?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar