Indy

Kanaan vê Indy 500 como melhor chance da Foyt no ano, mas alerta: “Não estamos tão bem quanto em 2018”

Tony Kanaan ainda crê que a Foyt possa ter bons resultados nos ovais, principalmente na Indy 500, mas reconheceu que o carro não parece bom como estava na última edição

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Tony Kanaan vem dizendo desde o começo do ano que a Indy 500 seria a melhor chance da Foyt na temporada 2019. O brasileiro ainda vê desta forma e lembra que o time tem trabalhado focado nos ovais, principalmente na prova do IMS, mas reconhece que o carro não parece tão bom quanto em 2018, quando chegou a liderar voltas após ter fechado o top-10 do grid e largado junto com o companheiro Matheus Leist.
 
Em coletiva após o treino livre desta segunda-feira (20), o veterano, que vai largar em 16º, admitiu que a Foyt não conseguiu repetir o sucesso do carro da Indy 500 2018 até agora e vê o crescimento maior das rivais como explicação. 
 
"O ano tem sido muito difícil para nós. Foi um começo muito duro. Não acho que estamos tão competitivos aqui quanto estávamos no ano passado, infelizmente. Acho que vários times cresceram. Ano passado a gente fazia top-8 todo dia e lideramos umas voltas na corrida. Honestamente, adoraria dizer que sim, tudo pode acontecer, mas não sinto que estamos tão bem quanto ano passado", disse.
Tony Kanaan não vê a Foyt forte como estava em 2018 na Indy 500 (Foto: IndyCar)
Tony voltou a bater na tecla da importância que AJ Foyt dá para a Indy 500 e ainda acredita, mesmo reconhecendo que o ritmo não é igual, que pode ter mais uma boa participação em 2019.
 
"Vamos seguir trabalhando e ainda acho que pode ser a nossa melhor corrida no ano. A importância de irmos bem aqui é gigante para o time. Estamos o ano todo focados nos ovais, especialmente aqui. Tudo que meu chefe quer é um bom resultado na Indy 500, o resto vem depois. Terei um carro tão bom quanto o do ano passado? Acho que não, mas assim que as coisas são", completou.
 
Apesar do inesperado quarto lugar de Leist na chuva etapa do misto de Indianápolis, a Foyt não vem mesmo bem em 2019 e tem o gaúcho em 17º e o baiano em 22º no campeonato.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.