Chilton decola após bater em Hinchcliffe e causa amarela no GP de Detroit 2

Max Chilton provocou a primeira bandeira amarela do GP de Detroit 2 ao bater na traseira de James Hinchcliffe, da Andretti. Piloto retornou para a corrida, mas uma volta atrás

Max Chilton bateu na largada do GP de Detroit 2 (Vídeo: Indycar)

A largada da corrida 2 da Indy em Detroit, neste domingo (13), contou com bastante confusão. Além de um toque entre Scott Dixon, Alexander Rossi e Romain Grosjean, o inglês Max Chilton, da Carlin, perdeu a asa dianteira ao acertar a traseira da Andretti de James Hinchcliffe.

Chilton largou na 15ª colocação e não conseguiu desviar do carro de Hinchcliffe, que reduziu velocidade na curva por conta de Sébastien Bourdais, da Foyt, que passou por uma zebra e viu o carro sair do chão. Max foi ajudado pela equipe de auxílio e voltou para a corrida, 1 volta atrás do pelotão. A bandeira amarela foi acionada, mas durou poucas voltas e a corrida foi liberada.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
WEB STORIES: Como foi a quarta vitória de Helio Castroneves na Indy 500?

GP às 10: Pierre Gasly na Mercedes em 2022: a F1 pode ver isso?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar