Pagenaud supera Castroneves no apagar das luzes, crava pole em Sonoma e fica ainda mais perto do título. Power é 4º

Simon Pagenaud garantiu a pole-position para o GP de Sonoma e está ainda mais perto do título inédito da Indy. Seu concorrente Will Power sai apenas na quarta colocação na corrida deste domingo

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Simon Pagenaud deu mais um passo imenso rumo ao título da temporada 2016 da Indy. Neste sábado (17), o francês superou os companheiros de Penske e cravou a pole para o GP de Sonoma. Helio Castroneves, líder nos treinos livres, perdeu o primeiro lugar no grid no último instante e sai logo atrás, em segundo.

O francês anotou 1min16s257 em sessão que foi completamente dominada pela Penske. Tamanha foi a superioridade do time que a quadra foi possível, com Juan Pablo Montoya ainda na frente do postulante ao título Will Power. Graham Rahal foi o melhor do resto, seguido por Ryan Hunter-Reay.

Agora, a situação ficou ainda pior para Power. São 44 pontos para Pagenaud podendo marcar, no máximo, 102. Assim sendo, agora um quinto lugar já resolve para o francês.

Scott Dixon foi o melhor da Ganassi e primeiro fora do Fast Six. O neozelandês sai em sétimo, seguido por Alexander Rossi, Sébastien Bourdais e Josef Newgarden no grid.

Enquanto isso, Tony Kanaan manteve o desempenho fraco que teve nos treinos livres e não conseguiu passar da primeira fase da classificação. Em sétimo em seu grupo, o baiano sai em 13º na corrida deste domingo.

Simon Pagenaud (Foto: IndyCar)

Confira como foi a definição do grid em Sonoma:

O grupo 1 da definição do grid de largada da Indy em Sonoma começou às 19h10 (em Brasília), com um pequeno atraso devido a problemas na curva 5. Nele estavam: Juan Pablo Montoya, Will Power, Simon Pagenaud, Jack Hawksworth, Charlie Kimball, Takuma Sato, Tony Kanaan, Josef Newgarden, Spencer Pigot, Sébastien Bourdais e Conor Daly.

 
Logo nas primeiras voltas e com os pneus pretos, Will Power e Juan Pablo Montoya comandavam as ações, ambos rodando abaixo de 1min17s. Pagenaud era apenas o quinto, mas dentro da zona de classificação.

Então, era hora dos pneus vermelhos entrarem em ação, bem como dos tempos anteriores despencarem. Bourdais foi o primeiro a melhorar, mas quem chocou mesmo foi Pagenaud, virando 1min16s253. Montoya ficou logo atrás, com Bourdais e Newgarden ainda se metendo na frente de Power, que passou na continha. 

Kimball venceu o duelo doméstico com Kanaan e avançou com a última vaga. Além do brasileiro, ficaram pelo caminho os dois da Foyt, Pigot e Daly.

Tony Kanaan ainda não se achou em Sonoma (Foto: IndyCar)

Andretti volta à realidade e cai na primeira fase

O segundo grupo veio na sequência com Helio Castroneves, James Hinchcliffe, Mikhail Aleshin, Max Chilton, Scott Dixon, Graham Rahal, RC Enerson, Carlos Muñoz, Marco Andretti, Ryan Hunter-Reay e Alexander Rossi.

Ainda com os pneus pretos, novamente dois pilotos baixaram rapidinho de 1min17s: Castroneves e Rossi. Aleshin era o primeiro de vermelhos e seguia a dupla.

Hunter-Reay melhorou monstruosamente seu tempo com os pneus vermelhos, enquanto a diferença de Castroneves para o primeiro jogo foi pequena, mas suficiente para também dar um pequeno salto. Os dois avançaram com tranquilidade, junto com Aleshin, Rahal, Rossi e Dixon.

Mais uma vez, Rahal reclamou bastante de seu carro pelo rádio, mas isso não parece ter afetado tanto no desempenho. Andretti, que liderara o TL3, caiu de cara, junto com Muñoz, Chilton, Hinchcliffe e Enerson.

Marco Andretti voltou a decepcionar, agora em Sonoma (Foto: IndyCar)

Nada de Ganassi no Fast Six 

A segunda parte da classificação californiana começou às 19h45, com os 12 melhores da primeira fase. Lá estavam as quatro Penske, duas Ganassi, duas Andretti, uma KV, uma Carpenter, uma RLL e uma Schmidt Peterson.

Logo no primeiro giro da sessão, Castroneves começou chamando a responsabilidade e colocando bastante pressão nos rivais, virando 1min16s513. O brasileiro era o único com os pneus vermelhos.

Novamente, as Penske mostraram força com os compostos mais macios e voaram. Pagenaud voltou a brilhar e fez 1min16s2, acompanhado pelo intruso reclamão Rahal. Power e Montoya vieram no embalo logo atrás de Helio. Passou também Hunter-Reay.

Dixon, Rossi, Bourdais, Newgarden, Aleshin e Kimball já ficavam de fora. Ou seja: nada de Ganassi dentro do Fast Six.

Scott Dixon caiu em sétimo (Foto: IndyCar)

Pagenaud arranca pole de Castroneves no fim

O grupo final começou já mostrando que a disputa seria interna da Penske. Primeiro, Pagenaud foi ditando o ritmo, mas claramente com 1min16s6 não conseguiria a pole.
 
Então, foi a vez de Castroneves aparecer e dar toda a pinta de que seria o pole da corrida derradeira da temporada 2016 da Indy. Power bem que tentou melhorar seu tempo, mas não passou de um desconfortável quarto lugar. Montoya, de um terceiro.
 
Mas era mesmo dia de Pagenaud. O francês, que tão bem guiou nas outras fases da classificação, tirou uma grande volta da cartola no apagar das luzes e destronou o companheiro brasileiro, abocanhando o ponto extra pela pole e ficando ainda mais perto do caneco.
 
Pagenaud, Castroneves, Montoya e Power formaram a quadra da Penske no grid. Rahal superou Hunter-Reay e, assim, virou o melhor do resto para o início da prova.

Indy, GP de Sonoma, grid de largada:

1 22 SIMON PAGENAUD FRA PENSKE CHEVROLET 1:16.257  
2 3 HELIO CASTRONEVES BRA PENSKE CHEVROLET 1:16.413 +0.156
3 2 JUAN PABLO MONTOYA COL PENSKE CHEVROLET 1:16.540 +0.283
4 12 WILL POWER AUS PENSKE CHEVROLET 1:16.666 +0.409
5 15 GRAHAM RAHAL EUA RLL HONDA 1:16.715 +0.458
6 28 RYAN HUNTER-REAY EUA ANDRETTI HONDA 1:16.913 +0.656
7 9 SCOTT DIXON NZL GANASSI CHEVROLET 1:16.570 +0.313
8 98 ALEXANDER ROSSI EUA ANDRETTI HONDA 1:16.584 +0.327
9 11 SÉBASTIEN BOURDAIS FRA KV CHEVROLET 1:16.612 +0.355
10 21 JOSEF NEWGARDEN EUA CARPENTER CHEVROLET 1:16.814 +0.557
11 7 MIKHAIL ALESHIN RUS SCHMIDT PETERSON HONDA 1:16.891 +0.634
12 83 CHARLIE KIMBALL EUA GANASSI CHEVROLET 1:16.963 +0.706
13 10 TONY KANAAN BRA GANASSI CHEVROLET 1:16.948 +0.691
14 27 MARCO ANDRETTI EUA ANDRETTI HONDA 1:16.929 +0.672
15 14 TAKUMA SATO JAP FOYT HONDA 1:16.966 +0.709
16 26 CARLOS MUÑOZ COL ANDRETTI HONDA 1:17.031 +0.774
17 41 JACK HAWKSWORTH ING FOYT HONDA 1:17.082 +0.825
18 8 MAX CHILTON ING GANASSI CHEVROLET 1:17.131 +0.874
19 20 SPENCER PIGOT EUA CARPENTER CHEVROLET 1:17.305 +1.048
20 5 JAMES HINCHCLIFFE CAN SCHMIDT PETERSON HONDA 1:17.193 +0.936
21 18 CONOR DALY EUA DALE COYNE HONDA 1:17.577 +1.320
22 19 RC ENERSON EUA DALE COYNE HONDA 1:17.326 +1.069
 
PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar