Pole de 2012, Briscoe fecha com Ganassi para 500 Milhas de Indianápolis, diz site

O australiano Ryan Briscoe, dispensado pela Penske no fim do ano passado, se acertou com a Ganassi para correr na prova mais importante da temporada da Indy, afirmou o site ‘Speed’

Sem lugar no grid para a temporada completa da Indy, Ryan Briscoe estará, ao menos, na etapa mais importante do ano, as 500 Milhas de Indianápolis. O site norte-americano ‘Speed.com’ informou que o australiano, que cravou a pole-position para a edição de 2012 da prova, quando ainda defendia a Penske, fechou com a equipe principal da Ganassi para correr nas 500 Milhas.

Esse será o retorno do piloto à equipe que venceu a corrida no ano passado, com o escocês Dario Franchitti. Briscoe defendeu a Ganassi na temporada 2005, mas não conquistou bons resultados – o melhor que conseguiu foi um oitavo lugar em Nashville e terminou o campeonato em 19º lugar. Nos anos seguintes, Briscoe passou por Dreyer & Reinbold e Luczo Dragon antes de chegar à Penske.

A largada das 500 Milhas de Indianápolis de 2012, com Briscoe na pole na fila interna (Foto: IndyCar/LAT USA)

Além do já mencionado Franchitti, Briscoe terá como companheiro o neozelandês Scott Dixon no time principal de Chip Ganassi. Por hora, a segunda equipe do vitorioso dirigente continua exclusiva de Charlie Kimball.

Briscoe possui sete vitórias e 11 poles na Indy. A última vitória veio no fim do ano passado, na etapa de Sonoma, porém, não foi suficiente para mantê-lo na Penske. Quando disputou as 500 Milhas de Indianápolis pela Ganassi, o piloto terminou na décima posição.

No início deste ano, Ryan disputou a etapa de abertura da ALMS, as 12 Horas de Sebring, prova que venceu junto de Marino Franchitti e Scott Tucker, na categoria LMP2.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube