Prévia: Pagenaud corre por quarto lugar em Sonoma para abocanhar título de 2016

Simon Pagenaud está com uma mão na taça da temporada 2016 da Indy. Porém, a missão de Will Power em Sonoma não é tão complicada quanto parece: um quinto lugar do francês pode significar o bicampeonato do australiano

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Chegou a hora da decisão na temporada 2016 da Indy. Após um ano de domínio quase que completo, Simon Pagenaud chega para a final deste domingo (18) em Sonoma com uma vantagem de 43 pontos para o companheiro de Penske e rival Will Power

 
Por mais que a diferença pareça enorme, sempre é bom lembrar que a etapa final, assim como a Indy 500, distribui pontuação dobrada. Assim sendo, o vencedor da corrida californiana leva nada menos que 100 pontos. Portanto, em um fim de semana perfeito, o recuperado de uma 'quase-concussão' Power pode garantir até 103 pontos com as bonificações por pole e mais voltas na liderança.
 
Ainda que aconteça o pior cenário possível e Power abocanhe os 103 pontos, Pagenaud tem uma conta simples para sair do carro comemorando o primeiro título na Indy: chegar ao menos no quarto lugar. Com 64 tentos na conta, o francês iria para 619 e não poderia ser alcançado. 
Simon Pagenaud chega como favorito ao título em Sonoma (Foto: IndyCar)
Caso seja quinto, Pagenaud pode até ver Power vencendo, desde que o campeão de 2014 não seja o pole ou não lidere o maior número de voltas da corrida. De sexto para trás, precisa torcer para que o #12 não consiga sair vitorioso da etapa no misto californiano.
O histórico recente da Penske em Sonoma deve gerar um misto de sentimentos em Pagenaud. Ao mesmo tempo que anima pelo fato do time sempre andar bem na pista californiana, causa temor por ter sido Power o autor de cinco das últimas seis poles no circuito.
 
Ainda que sempre ande em ritmo muito bom em Sonoma, nem sempre Power sai de lá com grandes resultados. Como Scott Dixon definiu, a etapa sempre costuma ter muitas variáveis com bandeiras amarelas e estratégias. Assim, Power até aqui tem três triunfos na pista e mais um segundo lugar.
Will Power precisa de uma combinação razoável de resultados (Foto: IndyCar)
Se Power é um dos "donos" de Sonoma, Pagenaud ainda está bem longe disso. A pista, porém, também guarda momentos marcantes para o francês, como o terceiro lugar de 2014 que possibilitou que o piloto chegasse com chances matemáticas de título na decisão em Fontana. No fim, Power foi campeão e Helio Castroneves saiu vice.
 
Pensando em campeonato, o histórico de Pagenaud em Sonoma é mediano. Caso repita os desempenhos de 2014 e de 2013 – quando foi quinto -, dificilmente perderá o caneco. Por outro lado, o 15º de 2011 e o 16º de 2015 devem assustar.

Vendo a temporada 2016 em si, Pagenaud precisa repetir a postura que teve nas últimas provas. Após dar indícios de que apenas administraria a vantagem, o francês foi muito agressivo quando Power se aproximou na tabela de pontos e, por isso, merece a vantagem que tem. 

Simon Pagenaud e Will Power: os candidatos (Foto: IndyCar)
Mas o GP de Sonoma não se resume apenas à disputa entre Pagenaud e Power pelo título. Tem espaço também para uma interessantíssima briga pelo terceiro lugar geral. Na lista dos candidatos, o nome de Dixon se destaca. Dono de três vitórias na pista – incluindo 2014 e 2015 -, o neozelandês é outro dos reis de Sonoma. Como já vem na frente dos rivais diretos na tabela de pontos, tem tudo para garantir mais um top-3 no fim da temporada, mantendo uma sequência que vem desde 2007.
 
Quarto na classificação geral, Helio Castroneves também tem suas possibilidades de garantir um 1-2-3 para a Penske em 2016. Apesar de resultados recentes ruins em Sonoma, Helio tem três pódios no misto californiano e até uma vitória, na prova disputada em 2008.
 
Em quinto e com o status de piloto jovem mais talentoso do grid cada vez mais consolidado, Josef Newgarden tem um retrospecto terrível em Sonoma: um top-10 em quatro participações. Para sonhar com o terceiro lugar, o americano vai precisar de bem mais que o sexto posto de 2014.
Scott Dixon se sagrou tetracampeão em Sonoma em 2015 (Foto: IndyCar)
Em sexto e 24 pontos atrás do companheiro Dixon e do compatriota Castroneves, Tony Kanaan também merece ser colocado na lista de postulantes ao top-3 final. Ganhador da corrida de 2005, o baiano soma quatro top-5 na pista em que a Indy corre neste domingo.
 
Por último, mas nem tão menos importante assim, ainda tem a briga pelo 'título interno' da Honda. Os principais candidatos são Graham Rahal, da RLL, e Carlos Muñoz, da Andretti, que estão separados por um ponto. No histórico na pista, melhor para o americano que, com mais experiência, já teve top-5 no circuito.
 
Correm por fora nessa disputa: James Hinchcliffe, Alexander Rossi e Ryan Hunter-Reay. Enquanto o segundo é novato na pista, o primeiro busca o terceiro top-10 e o último tenta uma bela marca de três pódios consecutivos em Sonoma.

PADDOCK GP #46 TRAZ BOB KELLER E DEBATE VITÓRIAS DE FRAGA E PEDROSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube