VeeKay se arrepende de postura conservadora em disputa com O’Ward no Alabama

Rinus VeeKay largou na pole position em Barber e liderou a maior parte da corrida, mas acabou ultrapassado por Pato O'Ward após a segunda rodada de pit stops e afirmou que, se pudesse voltar no tempo, teria sido mais agressivo

Pato O’Ward ultrapassa Rinus VeeKay para vencer no Alabama (Vídeo: Indycar)

Rynus VeeKay esteve muito próximo de sua segunda vitória da carreira na Indy no último final de semana no Alabama. O holandês conquistou uma pole-position surpreendente e liderou durante a maior parte da prova, mas foi superado por Pato O’Ward, da McLaren, após a segunda e última rodada de pit stops. O piloto da Carpenter ainda foi ultrapassado pela Ganassi de Álex Palou, mas conquistou seu melhor resultado da temporada com o terceiro lugar.

Depois de um final de 2021 decepcionante, sem terminar entre os 10 primeiros nas últimas sete corridas, VeeKay terminou três das quatro etapas de 2022 no top-10. O bom início ajuda o holandês a recuperar a confiança, e o pódio em Barber foi a cereja no bolo do grande começo de temporada.

“Sinto que definitivamente voltamos. Já tinha me sentido assim em St. Pete, quando me classifiquei em quarto e terminei em sexto. Essa foi uma ótima maneira de se recuperar. Acho que já começamos muito bem. Este final de semana realmente foi a cereja do bolo, com a pole position e um carro capaz de vencer a corrida”, comemorou Rinus após a corrida.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Rinus VeeKay comemora pole em Barber (Foto: Indycar)

Ainda assim, o holandês se arrepende de não ter sido mais agressivo para defender sua posição contra o O’Ward. O mexicano fez uma manobra ousada, freando tarde para ultrapassar o rival por fora na curva 5, e VeeKay admitiu que, se pudesse voltar no tempo, teria fechado a porta em busca da vitória.

“Eu me ferrei algumas vezes no passado freando um pouco tarde demais, travando um pneu, basicamente destruindo todo o meu último stint. Eu não sabia que Pato ia frear tão tarde. Eu estava olhando muito nos meus espelhos. Talvez isso tenha me distraído um pouco. Não sei”, explicou Rinus.

“Se eu pudesse voltar no tempo, frearia mais tarde e ficaria à frente dele. Eu também tive mais dificuldades com o meu último jogo de pneus. Ele foi definitivamente mais rápido naquele último stint e mereceu a vitória. Felizmente eu ainda consegui um pódio”, admitiu o holandês.

Com o resultado, VeeKay ocupa atualmente a sétima colocação com 106 pontos, oito a menos que O’Ward, que é o quinto. Álex Palou, que completou o pódio mais jovem da história da Indy no Alabama, é o líder com 144. A Indy retorna agora no dia 14 de maio, para o GP de Indianápolis 1, no circuito misto do Brickyard.

INDY 2022: O QUE MUDA NA CLASSIFICAÇÃO DAS 500 MILHAS DE INDIANÁPOLIS DE 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar