Schmidt nega reaproximação, mas diz que fãs “merecem Alonso na Indy 500”

Fernando Alonso de novo na McLaren para a Indy 500? Pode até acontecer, mas Sam Schmidt garante que não há ainda sequer conversas entre as partes

Tudo levava a crer que Fernando Alonso voltaria para a Andretti em mais uma tentativa na Indy 500, mas, em cima da hora, a Honda vetou o acordo. Agora, ao que tudo indica, o espanhol terá de se encaixar em um dos times da Chevrolet e, no cenário atual, ironicamente, a McLaren parece a menor possibilidade. No entanto, por mais que queira ver Fernando no grid, Sam Schmidt garante que não há, até aqui, conversa alguma entre as duas partes.
 
Dono do time que se juntou com a McLaren para 2020, Schmidt explicou que seria bacana ver Alonso com a Chevrolet, mas garantiu que o time, por enquanto, não entrou em negociação alguma, focando apenas no trabalho com os novatos Pato O'Ward e Oliver Askew.
Sam Schmidt quer muito Fernando Alonso na Indy 500, mas pode ser por outra equipe (Foto: IndyCar)

"Estamos focados em ajudar nossos dois jovens pilotos, em tê-los com o potencial máximo desenvolvido na temporada. Não decidimos nada ainda sobre o terceiro carro em Indianápolis, mas não acreditamos que Alonso estará disponível. É ótimo para a Chevrolet que Alonso corra com ela, mas, no fim, é o piloto que vai decidir", disse ao site norte-americano 'Motorsport.com'.

 
Sam garantiu que quer muito o espanhol no grid da principal corrida do ano, mas deixou claro que isso é como fã da Indy e não como dirigente de sua equipe. Pelo menos por enquanto, a equipe não pensa no terceiro carro da Indy 500.
 
"A verdade é que ele é um talento incrível e, acho que mais do que tudo, os fãs da Indy merecem e precisam vê-lo de novo na Indy 500. Eu, como fã de Indy, quero ver isso, o cara mostrou em 2017 que ele pode vencer a prova com o equipamento certo. Só que, por enquanto, nosso time só pensou em Pato e Oliver, é neles que trabalhamos", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar