De Silvestro se surpreende com velocidade da Indy em retorno: “Agora sei o que esperar”

Simona de Silvestro voltou a pilotar um carro da Indy em um circuito misto pela primeira vez em sete anos em Road America, e afirmou que precisou de um tempo para se sentir normal com a velocidade do carro

AZAR E ERICSSON ATRAPALHAM, MAS PALOU SEGUE NA BRIGA NA INDY 2022

Simona de Silvestro voltou a disputar uma prova em circuito misto da Indy após sete anos em Road America com a Paretta Autosports. Sua última aparição havia sido nas 500 Milhas de Indianápolis em 2021. Sem nenhum tempo de testes antes da estreia na temporada de 2022, a readaptação não foi fácil, mas Simona terminou a prova na 21ª posição após largar em último.

“Foi bom estar de volta em um carro da Indy, fiquei muito feliz com isso, mas é claro, em termos de resultados, ainda temos um longo caminho pela frente. Nunca pensei que estaria de volta, então estou muito empolgada com isso”, afirmou de Silvestro em entrevista ao site Motorsport.

“Por um lado, é uma pista muito divertida, mas, por outro, sem testar antes e voltando para um monoposto depois de sete anos, eu definitivamente fiquei impressionada. As velocidades são muito maiores. Meu engenheiro me deu uma comparação entre um carro GT e um carro da Indy e é uma diferença muito, muito grande”, explicou a suíça.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Simona de Silvestro voltou a pilotar em um circuito misto na Indy (Foto: IndyCar)

Depois de passar os últimos anos disputando categorias de turismo na Alemanha, a pilota da Paretta contou que adquiriu alguns vícios que precisa esquecer na Indy. A adaptação com os pneus também ainda não aconteceu, mas de Silvestro já se contenta com uma sensação mais tranquila no carro, e sabe o que esperar para as outras duas corridas que vai fazer em 2022, em Mid-Ohio e Nashville.

“Na sexta, quando entrei no carro, a sensação era de que era muito rápido. Você precisa de um tempo para as coisas voltaram a serem normais numa velocidade dessas, e na corrida estava me sentindo desta maneira, de não estar tão rápido, o que é um bom sinal”, disse Simona.

“Nós vamos ter um dia de testes nessa semana no circuito misto de Indianápolis e isso vai me ajudar muito. Agora eu sei o que esperar e posso realmente começar a trabalhar nas coisas que eu mais preciso melhorar”, concluiu a suíça.

A Indy retorna agora no dia 3 de julho, para o GP de Mid-Ohio, com cobertura completa do GARNDE PRÊMIO.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar