Kart

Shell Fittipaldi lidera primeiro grupo e coloca dois karts no top-10 do grid das 500 Milhas da Granja Viana

A Shell Fittipaldi fez 1-2-3 no primeiro grupo da classificação e, mesmo sendo superada por algumas equipes na fase final, ainda colocou dois carros no top-10 do grid de largada das 500 Milhas de Kart
Warm Up, de Cotia / Redação GP, da Granja Viana
 Vitor Meira (Foto: José Mário Dias)
A equipe Shell Fittipaldi colocou dois karts entre os dez primeiros no grid de largada das 500 Milhas de Kart na Granja Viana. Neste sábado (1), o trio Vitor Meira/Diego Ramos/Gabriel Crepaldi, do kart #0, ficou na oitava posição no treino classificatório, seguido imediatamente por Christian Fittipaldi/Gaetano di Mauro/Thiago Vivacqua, do #1, enquanto Dennis Dirani/Ruben Carrapatoso/Felipe Baptista larga em 13º no #2.
 
Meira foi quem classificou o kart #0, enquanto Gaetano foi para a pista com o #1, e Dirani fez a sessão para o #2. Os três saíram juntos no Grupo 1 da primeira parte do treino e se posicionaram nas três primeiras posições, com Di Mauro à frente de Dennis e Vitor.
Gaetano di Mauro (Foto: José Mário Dias)
"Sabemos que temos um kart bem competitivo para a corrida. O Top Qualify é difícil de achar o melhor, mas está de bom tamanho. É uma corrida de 12 horas, é mais uma festa. Largar na frente não muda nada, então vamos com foco na vitória", afirmou Gaetano.
 
Vitor foi o primeiro dos três a entrar na pista para o Top Qualify, no sistema de uma volta, e fez o sexto tempo até então, com 57s28. Logo em seguida, Dirani cravou a décima marca, com 57s39. Por fim, Gaetano ficou na oitava posição até aquele momento, empurrando Dirani uma posição para trás. Os três, assim, ficaram no primeiro quinto do grid de 65 karts. 
Christian Fittipaldi (Foto: José Mário Dias)
"O kart está bom e equilibrado. Nos dez minutos que tivemos, conseguimos ir bem, mas no Top Qualify, quando sai perto da reta, é difícil embalar. Fica meio loteria, mas está bom. Estou contente e vamos que vamos", comentou Dennis.
 
As 500 Milhas de Kart têm a largada prevista para as 12h30 (em Brasília) e devem durar cerca de 12 horas.
 
"Numa corrida de tanta duração e com tantos acontecimentos, a classificação é mais uma proteção, os que andam mais à frente sabem o que estão fazendo. Se você está entre os dez primeiros, tem nove chances de dar algo errado, se larga em 60º, tem 59 chances de dar algo errado. No começo da prova é mais uma questão de não acontecer nada errado à sua frente. Isso nós cumprimos e o nosso kart é rápido em condições de prova. O Top Qualify é um pouco loteria, todo mundo de pneu frio, a pista muda, você não sabe exatamente onde acelera. Dentro dessa loteria, cumprimos o nosso papel", falou Vitor.