De olho no Rali Dakar 2016, Equipe Mitsubishi Petrobras completa participação no Baja Portalegre

As duplas da Equipe Mitsubishi Petrobras encerraram suas participações na edição 2015 do Baja Portalegre, em Portugal, já pensando no Rali Dakar 2016

Com os olhos voltados para o Rali Dakar, que em 2016 passará por Argentina e Bolívia, a Equipe Mitsubishi Petrobras finalizou sua participação no Baja Portalegre, em Portugal.
 
"Foi importante porque vimos o que temos que melhorar. O Baja Portalegre foi uma prova pequena, mas muito dura, com passagens em água e lama, situações que poderemos encontrar no Rali Dakar, especialmente na Bolívia. Não podemos ficar distraídos em nenhum momento", avaliou Carlos Sousa
 
Com o foco principal nos testes e preparação do ASX Racing e da equipe para a maior prova do off-road mundial, Carlos Sousa e Paulo Fiuza terminaram a prova na sétima colocação. 
 
"Foi também um importante treino para toda a equipe, engenheiros e mecânicos. Apesar dos imprevistos, conseguimos trocar uma peça durante a especial e, mesmo assim, terminar com a sétima colocação", afirmou o piloto português. A dupla João Franciosi e Gustavo Gugelmin enfrentou o mesmo problema e não conseguiu terminar a especial.
A equipe brasileira fechou a participação no Baja Portalegre (Foto: Jorge Cunha/Aifa)
"O carro evoluiu bastante e fizemos um excelente teste. Foi positivo, pois foi um exercício para o Dakar. É bom que aconteceu aqui e não lá, assim temos tempo para analisar e resolver", explicou Fiuza.
 
A prova em Portugal teve 450 km e quatro especiais em dois dias, passando por três cidades nas mais variadas condições de piso. As três duplas vinham em um ótimo ritmo, inclusive com o estreante em provas internacionais Franciosi fazendo uma excelente prova.
 
"Sem dúvida, foi a maior evolução que já tivemos no ASX Racing. Pequenos detalhes nos impediram de conquistar uma boa classificação, mas pudemos perceber que estamos com os três carros bem rápidos e com a melhor suspensão de todas até hoje. Ainda estamos em tempo de identificar e resolver os imprevistos até o Dakar. Após a etapa de ontem, identificamos um dano no semi eixo. Acabamos não largando pois não daria tempo de trocar a peça dentro do tempo disponível no regulamento", explicou Guiga. 
 
O Rali Dakar começa no dia 3 de janeiro com largada em Buenos Aires e chegada em Rosario, na Argentina, percorrendo mais de 9.000 km pela América do Sul.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube