Mitsubishi inova e promove competição inédita no Brasil com disputa que mistura rali e prova de pista

A prova, que faz parte do Mitsubishi Cup, aconteceu pela primeira vez no Brasil no autódromo Velo Città, no interior de São Paulo

A Mitsubishi Motors estreou uma nova modalidade no automobilismo brasileiro, no último fim de semana, no autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo. Batizada de rallycross, a competição é uma mistura de rali com prova de pista. A ideia é a unir a perícia da pilotagem off-road com a precisão e a técnica das disputas no asfalto. A competição integra a já tradicional programação da Mitsubishi Cup. 
 
A prova foi dividida em cinco categorias (L200 Triton Sport RS, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master, ASX RS e Pajero TR4 ER). Os mesmos tipos de veículos disputaram a competição entre si em uma pista com 1.300 metros de extensão mesclando grama, terra e asfalto. As disputas contaram com classificação individual e as baterias, semifinais e finais onde quatro ou cinco carros disputavam simultaneamente. “Foi de arrepiar. O prazer é esse: participamos do primeiro rallycross do Brasil e foi fantástico”, comenta Dú Sachs, diretor de prova da Mitsubishi Cup.
Primeira etapa aconteceu no último fim de semana (Foto: Ricardo Leizer)
Para Guilherme Spinelli, pentacampeão do Rally dos Sertões, e consultor técnico da Mitsubishi Cup, o rallycross surpreendeu positivamente. “Promovemos um excelente espetáculo, principalmente por causa do formato, com corridas curtas, disputas intensas e muitas baterias seguidas, tornando o evento dinâmico. Os pilotos passando as baterias até chegar à final criou um envolvimento grande do público”, diz Spinelli. 
 
“Pra mim, o resultado final do evento superou qualquer expectativa. Foi o primeiro evento de rallycross realizado no Brasil usando os carros e as configurações próprias da Mitsubishi Cup. Não eram carros que foram projetados para esse tipo de prova e tudo funcionou muito bem. Conseguimos envolver bastante todo mundo, gerar emoção. Fiquei bastante feliz com o resultado”, acrescenta Guiga.
Competição mistura rali e prova no asfalto (Foto: Ricardo Leizer)
Os participantes gostaram da novidade introduzida no evento, a exemplo do piloto Thiago Rizzo, campeão na categoria L200 Triton ER Master. “Foi show de bola, uma adrenalina fora do normal, bem divertido”, falou. Marcos Chueda, piloto da categoria Pajero TR4 ER, foi mais um a elogiar a iniciativa. “Foi uma surpresa o rallycross, uma experiência totalmente diferente, que a maioria gostou", afirma.
 
Além do rallycross, a organização promete outras novidades ainda em 2017 no Mitsubishi Cup, entre elas prova noturna, time attack (disputas lado a lado) e corrida no terródromo. A próxima etapa está marcada para o dia 13 de maio, em Jaguariúna (SP), com provas de endurance cross-country, onde será testada a resistência do conjunto piloto, navegador e carro.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube