Voltando a competir em Portugal, Sousa entra como favorito com Mitsubishi Petrobras: “Todos vão querer me derrotar”

Num dos outro ASX Racing da equipe, os portugueses Carlos Sousa e Paulo Fiuza, que retornam às competição após o Rali Dakar. Carlos é referência em Portugal, muito respeitado e não disputa o Portalegre há cinco anos. Mesmo assim, ele recebeu o primeiro número entre os carros para a disputa

A partir desta sexta-feira (22), a Equipe Mitsubishi Petrobras encara mais um desafio inédito: o Baja Portalegre 500, em Portugal. A tradicional competição europeia marca a final do Campeonato Mundial de Rali Cross-country.
 
Serão três ASX Racing na prova. "Os pilotos portugueses já entram como favoritos, por andarem todos os anos e já conhecerem os detalhes do percurso. Mas estou muito entusiasmado por correr nessa prova e vamos andar o máximo possível", destaca Guilherme Spinelli, piloto da Equipe Mitsubishi Petrobras que vai para a prova ao lado do navegador Youssef Haddad.
 
No outro ASX Racing da equipe, os portugueses Carlos Sousa e Paulo Fiuza, que retornam às competição após o Rali Dakar. Carlos é referência em Portugal, muito respeitado e não disputa o Portalegre há cinco anos. Mesmo assim, ele recebeu o primeiro número entre os carros para a disputa. "Todos vão querer me derrotar. Nunca venci essa prova e estou com muita vontade", afirma o piloto.
 
Pela Ralliart Brasil, João Franciosi faz sua estreia no ASX Racing ao lado do navegador Gustavo Gugelmin. "Será muito bom para ir pegando o jeito. Não vou me preocupar em ir bem, e, sim, em vestir o carro, ter ele na mão. Quero andar rápido preservando o equipamento. Esse é o meu maior desafio", comenta o piloto.
Equipe está pronta para o Baja Portalegre 500 (Foto: Jorge Cunha / Aifa)
440 km em dois dias
 
O primeiro dia do Baja Portalegre terá duas provas. Logo pela manhã, o prólogo com 5 km define a ordem de largada. Na parte da tarde, a primeira especial terá 85 km. No sábado (24), mais duas especiais, com 150 km e 200 km. 
 
"Hoje pudemos conhecer o circuito onde será realizado o prólogo. Já deu pra ver que será bem divertido. Tem curvas variadas com piso bom e duas passagens em um rio. Fizemos as vistorias pela manhã e os três carros já estão no parque fechado. Agora é só esperar a hora de largar", explica Guiga.
 
As provas serão em cidades diferentes. Além de Portalegre, Crato e Ponte de Sor receberão a competição. Como é tradicional, o público irá lotar as estradas e trilhas para acompanhar os pilotos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube