Mitsubishi
23/09/2018 13:22

Duplas da Mitsubishi Cup encaram pedreira, autódromo de terra e muita lama em Cordeirópolis

Passando por pedreira e por um autódromo de terra, trajeto foi eleito pelos competidores como o mais desafiador da temporada.
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Cordeirópolis recebeu etapa da Mitsubishi Cup (Foto: Ricardo Leizer)
As duplas da Mitsubishi Cup voltaram a acelerar para a quarta etapa da temporada 2018. Altas temperaturas, piso fofo e um traçado extremamente técnico foram destaque na prova, que marcou a chegada à metade do campeonato.
 
“Por causa das chuvas, encontramos muita lama, principalmente na primeira parte”, contou Ricardo Feltre, piloto da categoria ASX RS Master. “Na última prova, o piso já estava mais seco. Foram vários tipos de condução durante o dia, o que tornou a etapa muito difícil”, ressaltou.
Cordeirópolis recebeu etapa da Mitsubishi Cup (Foto: Ricardo Leizer)
Durante todo o sábado, os competidores das categorias ASX RS, ASX RS Master, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master e L200 Triton Sport RS enfrentaram três provas bastante difíceis, totalizando 84 km. O primeiro trecho do trajeto foi realizado em uma pedreira, onde as duplas tinham bastante visibilidade e trechos de aceleração plena.
 
“A mudança no piso foi o que mais gostei. Na verdade, é o que sempre chama a atenção nas provas da Mitsubishi Cup: as especiais sempre são interessantes e imprevisíveis”, comentou Marcelo Fiuza, da categoria L200 Triton ER.
 
Já a segunda parte foi marcada por curvas técnicas em meio à cana-de-açúcar alta. No trecho final, os competidores percorreram o autódromo de terra Valdemar Fragnani, no sentido oposto ao treino realizado na sexta-feira.
 
Campeões da etapa
 
No final da etapa de Cordeirópolis, os melhores de cada categoria subiram ao pódio. Na ASX RS, a dupla vencedora foi Flávio Pereira de Oliveira e Vinicius Marcon. “O piso foi mudando no decorrer do dia. No começo a lama dificultou muito, principalmente no primeiro trecho. Depois, o cascalho e terra batida começaram a aparecer”, comentou Flávio.
 
Já na ASX RS Master, os curitibanos Élcio Bardeli Júnior e Idali Bosse foram os vencedores. “A palavra que define essa prova é superação. O primeiro trecho foi muito difícil e técnico. Ainda fomos surpreendidos com a mudança de sentido no autódromo. Foi muito bom vencer uma prova como essa”, comemorou Élcio.
 
A dupla que subiu ao lugar mais alto do pódio na categoria L200 Triton ER foi Marcelo Fiuza e Joseane Koerich. “O carro se comportou muito bem, independentemente da situação do piso em que estávamos. A mudança entre os trechos dificulta muito a navegação. Acho que todos concordam que essa foi a etapa mais desafiadora da temporada”, explicou Joseane.
Cordeirópolis recebeu etapa da Mitsubishi Cup (Foto: Ricardo Leizer)
Os vencedores da categoria L200 Triton ER Master foram Juliano Jorge Diener e Gunnar Dums. “Lama, terra, cascalho... Foi uma prova completa, para todos os gostos. Fomos consistentes durante o dia e voltamos para a casa com a vitória”, disse Juliano.
 
Na categoria L200 Triton Sport RS, o piloto Gunter Hinkelmann levou o troféu de campeão ao lado do navegador Beco Andreotti.
 
Novo carro: L200 Triton Sport R
 
Em Cordeirópolis, os participantes puderam conhecer de perto o mais novo veículo preparado para competições da Mitsubishi Motors, a L200 Triton Sport R. Baseada no modelo que é vendido nas concessionárias, esse carro foi desenvolvido no Brasil em parceria com a Spinelli Racing.
 
O modelo foi criado para a categoria de veículos de produção (T2 FIA), que é extremamente rigorosa nas modificações que podem ser feitas e que mantém as características gerais do carro de fábrica. 
 
“Já rodamos 1.600 quilômetros, o equivalente a duas temporadas completas da Mitsubishi Cup, e não precisamos fazer nenhuma substituição de peças, com exceção daquelas de desgaste natural, como freios e filtro. A L200 Triton Sport R vem se mostrando um dos carros mais confiáveis que já desenvolvemos”, afirmou Guilherme Spinelli, diretor da Spinelli Racing.
 
Prova noturna em Indaiatuba (SP)
 
No dia 20 de outubro, a Mitsubishi Cup viaja até a cidade de Indaiatuba (SP), onde os competidores enfrentarão uma etapa dupla com uma prova noturna.
 
“Nunca participei de uma prova noturna, será um grande desafio navegar no escuro. Estamos todos na expectativa para esse desafio”, completou Vinicius Macron.
 
Calendário 2018
 
Mitsubishi Cup
5ª e 6ª etapas - 20 de outubro – Indaiatuba (SP)
7ª etapa - 24 de novembro – Autódromo Velo Città – Mogi Guaçu (SP)
* Datas e locais sujeitos a alterações.