Carrasco renova com Kawasaki e disputa Mundial de Supersport 300 em 2021

Única mulher a vencer um campeonato solo da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) em pistas de asfalto, a espanhola ainda se recupera de uma cirurgia na coluna

Ana Carrasco vai voltar ao Mundial de Supersport 300 na temporada 2021. A Provec, equipe da Kawasaki no Mundial de Superbike, anunciou nesta quinta-feira (29) a renovação do contrato da espanhola, que segue em recuperação após passar por uma cirurgia na coluna em setembro passado.

Única mulher a vencer um Mundial solo da FIM (Federação Internacional de Motociclismo), Ana fraturou três vértebras em um acidente em Portugal no mês passado ― as vértebras torácicas 3, 4 e 6 ― e acabou perdendo a parte final do campeonato deste ano.

Ana Carrasco foi campeã da categoria em 2018 (Foto: Provec)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“2018 foi um ano muito especial para mim e, de certa forma, parece que foi ontem. Vencer o Mundial de Supersport 300, com certeza, mudou para sempre a minha vida. Não só eu atingi um dos meus objetivos, mas também me tornei um símbolo para as mulheres que aspiram tornar seus sonhos realidade”, disse Ana. “No grid, sou um piloto como outro qualquer, não uma mulher, mas um competidor. É neste nível que vou correr com o apoio da Provec e da Kawasaki em 2021 e a minha vontade de vencer o campeonato pela segunda vez tem sido o combustível da minha recuperação”, comentou.

“Quero agradecer não só a Kawasaki e a Provec, mas também nossos parceiros e patrocinadores, que mesmo nesta situação da Covid e apesar da minha lesão, seguem apoiando este projeto na próxima temporada”, completou.

Diretor da Provec, Guim Roda avaliou que a equipe tem a obrigação de dar todo apoio a Carrasco, até pela exposição midiática que os feitos dela alcançam.

“Tanto a Ana quanto a Provec têm negócios inacabados com o Mundial de Supersport 300. Tem um apoio tão grande a ela na Espanha ao redor do mundo, que, psicologicamente, parece que vale 1s por volta nos tempos dela”, brincou. “Nós temos o maquinário, o conhecimento e, mas importante, o piloto para sermos bem sucedidos na próxima temporada. Este é um projeto construído para a Ana. Os esforços dela vão beneficiar o Mundial de Supersport 300 e garantir uma exposição midiática a todos os campeonatos e a Kawasaki, então nos sentimos na obrigação de garantir a ela um projeto competitivo para continuar fazendo história. Ela merece, como piloto e como pessoa, este esforço. Com certeza, 2021 será o momento de ela fazer história mais uma vez”, assegurou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube