Ainda em recuperação, Baz é vetado para GP da Holanda e Pirro assume Ducati da Avintia mais uma vez

Ainda se recuperando das fraturas sofridas em Mugello, Loris Baz teve vetada sua participação no GP da Holanda. Francês será mais uma vez substituído por Michele Pirro

Loris Baz teve seu retorno à MotoGP barrado pelos médicos. Ainda em recuperação após fraturar o pé direito, o francês não poderá disputar o GP da Holanda, marcado para o próximo dia 26. Assim, Michele Pirro volta a assumir a Ducati da Avintia.
 
Baz teve uma queda ainda na primeira volta do GP da Itália e sofreu fraturas no pé direito. Loris foi operado no Hospital La Tour Meyrin, em Genebra, na Suíça, e precisou de três placas de titânio, além de dois pregos [hastes metálicas inseridas no osso depois da perfuração do canal medular, usados especialmente em fraturas de ossos comprimidos] e 15 parafusos para estabilizar os ossos.
Loris Baz não vai poder correr na Holanda (Foto: Avintia)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Na quinta-feira (16), Loris passou por uma avaliação médica com o Dr. Finn Mahler e já removeu os pontos da cirurgia. Ainda assim, os pregos seguem no pé do piloto e devem ser retirados apenas na próxima quinta. Após a remoção das hastes, o francês terá de esperar outros dois dias para poder pisar no chão.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Desta forma, Baz perde também o GP da Holanda e agora tenta se recuperar para estar em forma para a prova da Alemanha, que acontece em Sachsenring em 17 de julho.

 
“Estou realmente desapontado por não poder correr em Assen. Esta era a minha meta depois da queda em Mugello”, lamentou Baz. “Mas, para ser honesto, desde o primeiro momento os médicos me disseram que estar pronto para Assen seria realmente difícil”, admitiu. 
 
“Dei meu melhor desde o início, mas terei de esperar até a próxima quinta-feira para remover alguns metais que tenho no meu pé, e vai ser impossível pilotar a moto na sexta-feira”, comentou. “É uma pena, pois amo Assen e tenho boas memórias de lá, como o recorde de volta do Mundial de Superbike. Ano passado eu gostei de correr lá, mas estou ansioso para voltar para a minha garagem e trabalhar com os rapazes para resolver os problemas”, continuou.
 
“Eu adoraria estar lá, mas sou forçado a esperar umas semanas e seguir para a Alemanha com um pé mais forte. Tudo está correndo perfeitamente e eu trabalho todos os dias”, falou. “Quero desejar boa sorte ao Héctor [Barberá], vou apoiá-lo de casa. E também ao Pirro, para que ele possa conquistar um bom resultado para o time. Vejo vocês em Sachsenring!”, concluiu.
PADDOCK GP #33 ANALISA GP DO CANADÁ E FAZ PRÉVIA DO GP DA EUROPA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube