Aleix Espargaró evita spoiler sobre Pol, mas diz que é difícil rejeitar Honda

Irmão mais velho de Pol Espargaró, Aleix considerou que a KTM vai se empenhar para manter o #44 no time. O titular da Aprilia destacou que a Honda é o ‘dream team’ da MotoGP

Aleix Espargaró não entregou o destino do irmão Pol na MotoGP, mas reconheceu que é difícil dizer não para a Honda. Recém-renovado com a Aprilia, o #41 disse torcer para ver o irmão brigando pelo pódio com a KTM, mas admitiu que uma oferta da marca da asa dourada mexe com qualquer um.

Desde a semana passada, a imprensa espanhola dá como certa a substituição de Álex Márquez por Pol Espargaró a partir de 2021. O irmão de Marc Márquez tem contrato apenas para este ano e ainda não conseguiu mostrar trabalho, já que a temporada teve o início adiado pela pandemia do novo coronavírus.

Aleix Espargaró vai seguir com a Aprilia até 2022 (Foto: Aprilia)
Paddockast #65 | As ideias esdrúxulas de retorno/As boas ideias de Lewis Hamilton
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Pol, por outro lado, já teve sua capacidade comprovada, especialmente com a RC16. O catalão foi responsável por dar à KTM seu primeiro pódio na MotoGP, um terceiro lugar no GP da Comunidade Valenciana de 2018.

“Pol é do tipo que não dá com a língua nos dentes. Nos vemos quase diariamente, mas falamos de tudo, menos de motos. Com o trabalho que fez na KTM ― e é espetacular até onde ele levou essa moto ―, ele e só ele, gostaria muito que pudesse lutar por pódios com eles. Mas, se oferecem a ele uma moto campeã, a melhor do mundo, como é, por exemplo, a Honda, eu ficaria muito feliz por ele”, disse Aleix em entrevista à espanhola TVE. “Ver o meu irmão na Repsol Honda seria brutal, um prêmio pela trajetória dele. É um piloto com muito talento e se sairia bem”, avaliou.

“A partir daí, é o que o coração disser. Os dois projetos são muito interessantes. Embora possa ser muito apetitoso dizer sim à HRC, o projeto da KTM também me parece muito atrativo. Não é uma decisão nada fácil”, ressaltou.

Aleix disse, também, que não acredita que um acordo esteja fechado entre Pol e a Honda. O #41 confia que a KTM vai batalhar para manter o piloto.

“Me consta que a KTM está pressionando forte, o valoriza muito e quer que ele fique. Mas não sei até que ponto a Honda vai querer o meu irmão, mas quando uma equipe como a Ferrari te chama, por exemplo, é muito difícil dizer não. A Repsol Honda é o ‘dream team’ da história do Mundial de MotoGP e, se ele tem essa opção, será muito difícil dizer não”, ponderou.

Ainda assim, o mais velho dos Espargaró sabe que será um desafio dividir os Honda com Marc Márquez.

“É um desafio enorme. Muita gente diz que a Honda é uma moto difícil, mas é a campeã do mundo, a melhor, ganha o campeonato a cada ano. É verdade que Marc é um extraterrestre, o melhor piloto da história, mas com a Vespa que eu tenho na minha garagem, tenho certeza que ele não ganha um Mundial”, ponderou. “É um desafio maiúsculo, mas é o ‘dream team’. De pequenos, Pol e eu crescemos vendo essa moto vencer com [Mick] Doohan, [Alex] Crivillé, Dani Pedrosa. O mundo para para qualquer piloto da nossa geração que tenha essa opção”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube