Apesar de lesão, Márquez elogia teste em Jerez e diz que vai estar quase em forma no Catar: “Machuquei meu ombro bom”

Marc Márquez afirmou que não estará 100% no teste coletivo do Catar depois de lesionar o ombro direito em uma sessão de testes privados da Honda em Jerez de la Frontera. Espanhol considerou que a RC213V é tão boa quanto a moto com que ele terminou a temporada passada

 

Marc Márquez reconheceu que não estará completamente em forma na última bateria de testes coletivos da pré-temporada 2017 da MotoGP, que acontece entre os dias 10 e 12 de março. No último sábado, o #93 deslocou o ombro direito em um acidente durante uma bateria de exercícios privados em Jerez de la Frontera.

 
Apesar da lesão, Márquez destacou a importância do teste, já que deu à Honda a oportunidade de testar a RC213V em um circuito com características diferentes daqueles que compõe o cronograma da pré-temporada.
Marc Márquez segue de olho na evolução da Honda (Foto: Honda)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Jerez foi um teste positivo, porque nós provamos essa nova moto e um circuito mais curto, menor, e foi muito interessante”, disse Márquez durante um evento da emissora espanhola Movistar TV. “No fim do dia, eu caí porque a temperatura estava ficando mais baixa. Eu perdi a frente e machuquei meu ombro”, contou.
 
“Desta vez, foi o bom, porque normalmente é o esquerdo”, comentou. “Foi o direito desta vez, mas, passo a passo, estou ficando cada vez melhor e talvez eu não esteja 100% no teste do Catar, mas muito, muito perto disso”, avaliou.
 
Ainda, Márquez avaliou que a Honda está em uma condição muito melhor do que no mesmo ponto do ano passado, mas admitiu que a RC213V não evoluiu muito em relação ao ano passado.
 
Apesar de ainda não estar totalmente satisfeito com o protótipo nipônico, Márquez não fez feio nos testes realizados até aqui. O espanhol anotou o terceiro tempo em Sepang e subiu uma posição na bateria de Phillip Island. O que impressionou, porém, foi seu bom ritmo de corrida.
 
“Talvez a Honda que temos agora seja aquela com que terminamos o ano passado, assim, a melhor Honda que tivemos no ano passado”, ponderou. “Neste ponto do ano passado, nós estávamos muito longe, bem perdidos. Mas desta vez nós começamos com uma base bem boa”, concluiu.

PADDOCK GP #67 RECEBE OZZ NEGRI E DEBATE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube