Após polêmica em Misano, FIM altera regras para saída de pista na última volta

A partir do GP de Aragão, comissários vão precisar analisar se houve ou não favorecimento ao piloto que sair da pista. MotoE também tem mudanças

A ultrapassagem de Augusto Fernández sobre Fabio Di Giannantonio na última volta da Moto2 em Misano continua rendendo polêmica. Na ocasião, o piloto espanhol saiu da pista com as duas rodas e ganhou potência para realizar a manobra que lhe garantiu a vitória. A partir do GP de Aragão, neste domingo (22), os comissários terão novas instruções em casos semelhantes.
 
Antigamente, a grama ou caixas de brita eram utilizadas para segurar os pilotos dentro do limite da pista. Agora, com grama artificial e áreas de concreto ao lado das zebras, há uma maior segurança dos pilotos para abusar da velocidade e sair do circuito, mas é isso que a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) e a MotoGP querem acabar.
 
"De agora em diante, uma infração na última volta que afetou o resultado da prova deve ter a indicação de que o piloto em questão não foi favorecido por exceder os limites da pista. Se os comissários julgarem que não houve claro desfavorecimento, o piloto será penalizado com a mudança de posição ou acréscimo de tempo. Isso é para garantir que nenhum piloto que saia exceda os limites da pista na última volta esteja em uma posição pior do que os demais competidores na briga por uma posição final", disse a FIM em um comunicado.
Augusto Fernández (Foto: Pons)
A mudança foi feita em reunião da Comissão de Segurança, em Aragão, após a reclamação de diversos pilotos, inclusive de Marc Márquez, atual campeão e líder da MotoGP.
 
Em nota, a FIM ainda divulgou mudanças para a regras na MotoE. Por ser uma prova mais curta, agora cada piloto poderá sair da pista apenas três vezes, com avisos a partir da primeira infração. Antes, cada piloto podia sair do traçado até cinco vezes.
 
O GP de Aragão de MotoGP está marcado para o domingo, às 8h (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar