Arenas dá bote no fim do GP da Espanha e vence 2ª seguida na temporada da Moto3

Albert Arenas aproveitou um toque entre Tony Arbolino e John McPhee nos metros finais para escapar na frente e receber a bandeirada para sua segunda vitória na temporada 2020 com 0s340 de margem para Ai Ogura

Albert Arenas segue invicto na temporada 2020 da Moto3. O piloto da Aspar venceu um movimentado GP da Espanha neste domingo (19), com Ai Ogura e Tony Arbolino completando o pódio em Jerez de la Frontera.

A classe menor do Mundial de Motovelocidade começou bem do jeitinho que todo mundo gosta: competitiva e com um enorme pelotão andando junto na maior parte das 22 voltas em Jerez de la Frontera.

Dono da pole, Tatsuki Suzuki conseguiu manter a liderança nos primeiros giros, mas acabou superado por Celestino Vietti ainda no começo da disputa. O piloto da VR46, porém, tampouco se fixou na ponta e acabou superado por Albert Arenas, que ocupa a liderança do Mundial desde a vitória no GP do Catar, que abriu a temporada da Moto3 no distante mês de maio.

Com seis voltas para o fim, o primeiro pelotão tinha cerca de 11 pilotos, com Arenas escoltado de muito perto pela concorrência. No giro seguinte, Arbolino usou o vácuo para passar o #75 e tomar a ponta na curva 1, mas, já no pedaço final do circuito, perdeu o comando para um McPhee que surgiu do terceiro lugar.

Albert Arenas segue líder da Moto3 (Foto: Aspar)

O piloto da SRT, porém foi superado por Arbolino na abertura da penúltima volta, mas retomou a ponta metros mais tarde. Nos últimos metros, McPhee acabou tocando em Arbolino e caiu, permitindo Arenas um respiro maior até a bandeirada.

Assim, o piloto da Aspar conseguiu a segunda vitória no ano, agora com 0s340 de margem para Ogura. Arbolino conseguiu o terceiro posto. Andrea Migno ficou com a quarta colocação, com Celestino Vietti e Raúl Fernández fechando o top-6.

0s753 atrás do vencedor, Gabriel Rodrigo ficou com o sétimo posto, com Tatsuki Suzuki, Niccolò Antonelli e Jaume Masià completando o top-10.

Saiba como foi o GP da Espanha da Moto3

A Moto3 alinhou no grid para a segunda etapa da temporada 2020. No momento da disputa, céu aberto e calor, com termômetro a 28ºC e asfalto esquentando cada vez mais e atingindo 40ºC. O vento soprava a 3 km/h.

Largada autorizada em Jerez, com Suzuki ficando na primeira colocação. Na parte de trás, Dennis Foggia e Carlos Tatay sofreram um acidente ainda nos primeiros metros. A dupla se tocou quando brigava por posição e caíram, com a moto de Tatay passando por cima do piloto.

Três voltas completadas em Jerez de la Frontera e a liderança mudou na pista. Celestino Vietti assumiu a primeiras posições, com Andrea Migno aparecendo na sequência. Raúl Fernández, Albert Arenas e Suzuki estavam no top-5.

A primeira parte do pelotão tinha oito pilotos brigando pela liderança da prova e estavam separados por apenas 0s876.

Paddockast #70 | O QUE ESPERAR DA MOTOGP 2020?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Tony Arbolino sofreu um susto nas voltas iniciais. Na reta oposta, o italiano escapou da pista e ao pisar na terra, viu a moto balançar com violência e voltar repentinamente para a pista. Apesar da cena, conseguiu escapar de qualquer acidente.

Na primeira metade da corrida, Celestino estava em primeiro com vantagem de apenas 0s055 para Arbolino. O piloto da VR46 usava pneu médio dianteiro e macio traseiro, mesma escolha do adversário.

Inclusive, a dupla da ponta estava em atuação de gala. O motivo é que Vietti largou em quinto, recuperando quatro postos. Enquanto isso, Tony saiu em décimo e escalou oito posições do pelotão.

A liderança mais uma vez mudou de mãos no circuito andaluz. Albert Arenas, atual líder da classificação, assumiu a primeira colocação, com John McPhee seguindo o piloto da Aspar. Mas não por muito tempo, pois Arbolino tratou de passar o escocês pela segunda posição.

Menos de dez voltas para o final e a ordem no pelotão ainda mudava. Arenas era o primeiro com 0s207 de respiro para McPhee. Mas as posições não se manteriam as mesmas até a bandeira quadriculada.

A cada setor, Albert virava quase 0s1 mais lento que Binder, que estava na segunda colocação. Com isso, a distância entre os dois primeiros despencou para apenas 0s098.

Cinco voltas para o final e não era possível apontar o vencedor da corrida. 12 pilotos tinham chance de vitória e separados por apenas 2s460. Quem estava na primeira colocação era McPhee, com Arbolino e Vietti fechando o top-3.

Darryn teve um revés no final da corrida. Na curva 9, o sul-africano, que brigava pelas primeiras colocações, sofreu uma queda e não conseguiu ver a bandeira quadriculada.

Nos últimos 4.4 kms a percorrer, cinco pilotos ainda brigavam pela vitória, trazendo um toque emocionante para a reta final. Na última curva, Arbolino entrou como o primeiro colocado, mas Arenas passou na reta para garantir a segunda vitória do ano. Ai Ogura surgiu no fim para ser segundo, Arbolino em terceiro, voltando ao pódio desde a corrida de Misano de 2019.

Enquanto isso, McPhee foi outra vítima do ritmo alucinante da prova. Na entrada da reta final, se envolveu em acidente com Vietti e Tony e acabou no chão, sem cruzar a linha de chegada.

Moto3 2020, GP da Espanha, Jerez, Final:

1A ARENASAspar KTM39:26.25623 voltas
2A OGURAAsia Honda+0.340 
3T ARBOLINOSnipers Honda+0.369 
4A MIGNOVR46 KTM+0.546 
5C VIETTIVR46 KTM+0.634 
6R FERNANDEZRed Bull KTM Ajo+0.682 
7G RODRIGOGresini Honda+0.753 
8T SUZUKISIC58 Honda+0.881 
9N ANTONELLISIC58 Honda+0.986 
10J MASIÀLeopard Honda+3.646 
11A SASAKITech3 KTM+3.751 
12S NEPAAspar KTM+3.936 
13R FENATIMAX Husqvarna+4.157 
14A LÓPEZMAX Husqvarna+6.086 
15J ALCOBAGresini Honda+5.608P+1
16R YAMANAKAEstrella Galicia 0,0 Honda+6.098 
17S GARCIAEstrella Galicia 0,0 Honda+6.256 
18D BINDERCIP KTM+17.642 
19K TOBARed Bull KTM Ajo+28.324 
20M KOFLERCIP KTM+28.406 
21J DUPASQUIERPrüstel KTM+28.640 
22K PAWISIC Honda+28.844 
23D PIZZOLIRBA KTM+29.026 
24B BALTUSPrüstel KTM+33.352 
25D ÖNCÜTech3 KTM+1:03.589 
 J MCPHEESIC HONDANC 
 Y KUNIIAsia HondaNC 
 F SALACSnipers HondaNC 
 R ROSSIRBA KTMNC 
 D FOGGIALeopard HondaNC 
 C TATAYAvintia KTMNC 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube