MotoGP

Atual MotoE, Smith volta à Moto2 em Silverstone na vaga do lesionado Pawi na SIC

A SIC anunciou nesta quarta-feira (14) que Bradley Smith vai substituir Khairul Idham Pawi no GP da Grã-Bretanha de Moto2. O titular da vaga está em recuperação após uma cirurgia na mão direita

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Bradley Smith está com a agenda cheia em 2019. Piloto de testes da Aprilia e titular da SIC na Copa do Mundo de MotoE, o britânico foi escalado pela equipe malaia para substituir Khairul Idham Pawi no GP da Grã-Bretanha de Moto2.
 
Titular da vaga, Pawi foi operado na terça-feira em Barcelona por conta de uma lesão na mão direita sofrida no GP da Espanha, em maio. A cirurgia, feita no Hospital Universitário Dexeus, é a segunda no processo de reabilitação de Khairul, que teve o dedinho parcialmente amputado há três meses.
Bradley Smith defende a SIC na MotoE (Foto: One Energy)
Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Hoje na Copa do Mundo de MotoE, Smith soma pódios nas 125cc, na Moto2 e também na MotoGP. Vai ser a estreia do britânico com o motor Triumph.
 
“Honestamente, vai ser bem estranho subir numa moto de Moto2 pela primeira vez desde 2012, porque o campeonato mudou bastante”, admitiu Smith. “Acompanhei as mudanças muito de perto com o novo motor e um pouco mais de torque e potência, mas vai ser muito diferente para mim”, seguiu.
 
“No entanto, estou empolgado com a oportunidade! Tive momentos fantásticos no GP da Grã-Bretanha do ano passado, me classifiquei realmente bem e senti falta de poder correr diante os fãs, então poder voltar para a minha corrida de casa será incrível”, comentou. “Minha meta para o fim de semana é me divertir, fazer o melhor que puder e sair do domingo com algo de que possa me orgulhar”, apontou. “Não faço ideia de como ai ser, ter de aprender a moto, a pista e os pneus em um fim de semana normal de GP, mas é algo pelo que estou muito empolgado”, garantiu.
 
Diretor da SIC, Johan Stigefelt celebrou a chance de contar com Smith, mas admitiu que será um fim de semana difícil para o britânico.
 
“Para nós, como time, é ótimo ter Bradley conosco em Silverstone, especialmente porque ele já é parte do nosso time na MotoE. Nós o conhecemos muito bem, sabemos que ele é sempre dedicado como piloto e sempre dá 100%, e é ótimo dar a ele a oportunidade de correr em casa”, comentou. “Claro, vai ser difícil para ele, já que faz muito tempo que ele não pilota na Moto2 e as motos são muito diferentes agora, mas estamos cientes disso e vamos dar a ele as ferramentas de que precisa para ser o mais rápido possível”, completou.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.