MotoGP

Baldassarri bate Gardner e vence a segunda seguida na temporada da Moto2. Márquez é 3º na Argentina

Lorenzo Baldassarri bateu Remy Gardner com uma manobra firme nas voltas finais e venceu a segunda seguida na temporada 2019 da Moto2. Álex Márquez trabalhou duro em Termas de Río Hondo, mas garantiu o terceiro lugar neste domingo (31)

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Resultado de imagem para valentino rossi 46 Quase 400 GPs, nove títulos e recordes: os 23 anos de Rossi no Mundial

Lorenzo Baldassarri começou o ano com o pé direito. Depois de abrir 2019 com uma vitória no Catar, o #7 deu mais um passo e conquistou o segundo triunfo consecutivo na temporada ao bater Remy Gardner neste domingo (31) na Argentina. 
 
Vindo de um bom fim de semana, Gardner dominou a primeira metade da corrida. O filho de Wayne tomou a ponta ainda no início da disputa e se manteve na cabeça da tabela, ainda que sem escapar de maneira decisiva para os demais.
 
Com 13 voltas para o fim, porém, Álex Márquez tomou a ponta do #87, mas, na sequência, viu Marcel Schrötter se juntar à brincadeira e assumir o comando. O trio, então, ganhou a companhia de Lorenzo Baldassarri, que também grudou nesse primeiro pelotão.
Lorenzo Baldassarri venceu o GP da Argentina (Foto: Pons)
🏍️ Confira a classificação do Mundial de Moto2 após o GP da Argentina

Oitavo no grid, Lorenzo fez uma corrida inteligente e esperou o momento certo para atacar. Com Gardner de volta à liderança, o piloto da Pons aparceu com quatro voltas para o fim, atacou na curva cinco e passou, forçando Remy a escapar da trajetória, abrindo caminho para a passagem de Schrötter. O #87 logo conseguiu retomar o segundo posto, mas Lorenzo já tinha aberto mais de 1s3 de margem na liderança.

Balda, então, seguiu firme e forte até receber a bandeirada com 1s244 de frente para Gardner, que tratou de se recuperar para alcançar o primeiro pódio no Mundial de Motovelocidade.
 
Álex Márquez também conseguiu assegurar o pódio, com Iker Lecuona aproveitando um toque entre Brad Binder e Marcel Schrötter para assegurar o quarto posto. Ao fim da prova, o sul-africano foi punido pelo Painel de Comissários por direção irresponsável e perdeu uma posição no resultado da corrida.

Luca Marini ficou em sétimo, com Jorge Navarro, Enea Bastianini e Somkiat Chantra completando o top-10.
 
Dono da pole-position, Xavi Vierge teve um dia para esquecer. O piloto da Marc VDS teve um problema mecânico com a Kalex ainda na volta de aquecimento e sequer conseguiu largar em Termas de Río Hondo.

Com o resultado da corrida deste domingo, Baldassarri alcançou 50 pontos e agora lidera o Mundial de Moto2 com 17 de vantagem para Gardner, o segundo colocado. Schrötter, Márquez e Lüthi completam o top-5.
 
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #12: Quem sobrevive a 'Drive to Survive'?



Resultado de imagem para icon itunes Ouça pelo iTunes 
Resultado de imagem para icon spotify Ouça pelo Spotify


Saiba como foi o GP da Argentina de Moto2:
 
A promessa de chuva se cumpriu ainda na noite de sábado, modificando consideravelmente as condições de pista na Argentina. Às vésperas da largada, os termômetros marcavam 25°C, com o asfalto chegando a 36ºC. O vento soprava a 10 km/h.
 
Pela segunda vez na carreira ― e a segunda em Termas de Río Hondo ―, Xavi Vierge tinha a pole-position, à frente de Marcel Schrötter e Sam Lowes. Álex Márquez abre a segunda linha da grelha, seguido por Tom Lüthi. Melhor KTM no grid, Brad Binder fecha a segunda fila.
 
Líder do campeonato após a vitória no Catar, Lorenzo Baldassarri tem o oitavo posto, com Nicolò Bulega aparecendo como melhor debutante na nona colocação.
 
Tal qual no Catar, os pilotos podem escolher entre os pneus Dunlop dianteiros 1 e 2 e traseiros S1 e 3.
 
Antes da largada, Vierge teve um enorme golpe de má sorte em sua prova. Com problemas da moto, o piloto sequer conseguiu alinhar para a prova, ficando de fora da disputa argentina.
 
Luzes apagadas na Argentina e largada autorizada. Sem Xavin, quem ficou com a primeira colocação do pelotão foi Schrötter, com Márquez logo em seguida. Entretanto, na volta seguinte, Gardner deu o bote em cima do espanhol para tomar o segundo posto.
 
Então, em um belo lance, Gardner deu o bote em cima de Marcel para ficar com a primeira colocação. Márquez, Baldassarri e Lowes completavam o top-5 do início da corrida.

Com 18 voltas para a bandeira quadriculada, o piloto #87 já sustentava uma boa diferença para o segundo colocado, com uma vantagem de 0s344.
 
Enquanto isso, Lüthi se envolveu em um extremo golpe de má sorte durante a corrida. Ao tocar a traseira de Brad Binder, o piloto acabou indo ao chão e viu sua prova encerrar de forma precoce. Um pouco mais para frente, foi a vez de Lowes cair e abandonar.
 
Márquez então foi responsável por protagonizar uma das belas ultrapassagens de Termas de Río Hondo. Em um ataque em cima de Schrötter, o espanhol conseguiu levar a melhor e pular para a segunda colocação. Gardner seguia tranquilo na ponta com 0s418 de frente.
 
Com 14 giros para a bandeira quadriculada, Remy e Álex começaram a disputar de forma mais intensa pela vitória. O #73 chegou a tomar a ponta rapidamente, mas o #87 deu o troco logo em seguida para reassumir o primeiro posto.

Mas a briga não parou por aí, pois os dois começaram uma intensa batalha para ver quem ficaria na primeira colocação. Mais uma vez o irmão mais novo de Marc tomou a ponta, mas não conseguiu segurar o adversário, que retomou o primeiro posto. Enquanto isso, Schötter vinha de perto seguindo os dois, até conseguir ultrapassar Álex.
 
Com 11 voltas para a bandeira quadriculada, então, Schrötter deu o bote no momento certo.  O #23 consegiu tomar a primeira colocação, com Márquez aproveitando o ataque para pular em segundo. Gardner, Baldassarri e Brad terminando o top-5.
 
Com a corrida se aproximando de seu encerramento, as coisas seguiam mudando na ponta. Gardner mais uma vez aparecia na primeira colocação, com Baldassari surgindo em segundo e Schrötter completando o pódio.
 
A ordem perto do fim era Gardner, Baldassarri, Schrötter, Márquez, Binder, Lecuona, Marini, Corsi, Navarro e Bastianini completando o rol dos dez melhores na Argentina.
 
Baldassarri e Gardner começaram a disputar de forma quente pela primeira colocação. Entretanto, o #87 acabou abrindo demais, permitindo não só a ultrapassagem do #7, mas também vendo Schrötter tomar o segundo posto.
 
As coisas esquentaram para valer nos últimos giros. Apesar de Lorenzo começar a escapar na ponta, a briga pela segunda colocação continuava animada, com Gardner e Marcel disputando e o #87 levando a melhor. Depois, foi a vez de Álex brigar com Marcel, também ficando na frente e completando o pódio.
 
Até que o #23 teve um tremendo golpe de falta de sorte. Em uma disputa com Binder, acabou escapando da pista e caindo para a sétima colocação. 

Bandeira quadriculada em Termas de Río Hondo, Baldassarri garantiu a vitória, mantendo a boa fase da temporada. Gardner cruzou a linha de chegada em segundo, conseguindo o primeiro pódio de sua carreira. Márquez completou o pódio do dia.

Moto2 2019, GP da Argentina, Termas de Río Hondo. Final:

1 L BALDASSARRI PONS Kalex 39:46.000 23 voltas
2 R GARDNER SAG Kalex +1.244  
3 A MÁRQUEZ Marc VDS Kalex +1.817  
4 I LECUONA American KTM +2.704  
5 M SCHROTTER Intact Kalex +4.839  
6 B BINDER Red Bull KTM Ajo +4.707 P+1
7 L MARINI VR46 Kalex +4.986  
8 J NAVARRO Speed UP +7.459  
9 E BASTIANINI Italtrans Kalex +8.724  
10 S CHANTRA Team Tady Kalex +14.506  
11 A LOCATELLI Italtrans Kalex +16.145  
12 T NAGASHIMA SAG Kalex +16.450  
13 K IDHAM PAWI SIC Kalex +16.613  
14 B BENDSNEYDER RW NTS +23.007  
15 J RAFFIN RW NTS +24.736  
16 M BEZZECCHI Tech3 KTM +25.381  
17 J DIXON ANGEL NIETO KTM +41.684  
18 L TULOVIC Kiefer KTM +45.545  
19 P OETTL Tech3 KTM +45.811  
20 D AEGERTER Forward MV Agusta +56.934  
21 X CARDELUS ANGEL NIETO KTM +1:07.765  
22 J ROBERTS American KTM +1:18.707  
23 D PRATAMA Team Tady Kalex +4 voltas  
  S CORSI Tasca Kalex NC  
  J MARTÍN Red Bull KTM Ajo NC  
  N BULEGA VR46 Kalex NC  
  F DI GIANNANTONIO Speed UP NC  
  S LOWES Gresini Kalex NC  
  T LÜTHI Intact Kalex NC  
  S MANZI Forward MV Agusta NC  
  X VIERGE Marc VDS Kalex NL  
         
VMR R GARDNER SAG Kalex 1:43.012 167.9 km/h
REC J FOLGER AGR Kalex 1:43.001 167.9 km/h
MV X VIERGE Marc VDS Kalex 1:42.726 168.4 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 26ºC | pista: 35ºC