Bezzecchi domina classificação e é pole da Moto2 em Jerez. Nagashima é 15º

O italiano da VR46 anotou o tempo de 1min41s728 ainda no início da sessão. Sam Lowes e Enea Bastianini fecham a primeira fila

LEIA TAMBÉM
SUPER-HERÓIS DE CARNE E OSSO: os retornos mais impressionantes do Mundial

Marco Bezzecchi ficou com a pole-position da Moto2 no GP da Andaluzia. Neste sábado (25), o italiano tratou de anotar 1min41s728 ainda no início da fase final da classificação para garantir a primeira colocação do grid.

Quem sai ao lado do #72 da VR46 é Sam Lowes, que anotou marca apenas 0s037 mais lento que o adversário. Enea Bastianini, que precisou passar pelo Q1 para garantir uma das quatro vagas, ficou em terceiro.

Testsuta Nagashima, líder da classificação, não teve tomada de tempos tão positiva. Após sofrer um forte acidente ainda no terceiro treino livre, o japonês chegou a classificar, mas ficou apenas com o 15º melhor tempo, 0s655 mais lento que o ponteiro.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Andaluzia, terceira etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Andaluzia, terceira etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Bastianini, Vierge, Corsi e Schrötter garantem vaga no Q2

A classificação da classe intermediária aconteceu com muito calor, com sol brilhando forte. A temperatura era de 36ºC e o asfalto atingido impressionantes 57ºC. A umidade estava a 32% e o vento soprava a 23 km/h.

16 pilotos foram ao traçado para a primeira parte da tomada de tempos em Andaluzia. Eram eles Enea Bastianini, Xavi Vierge, Simone Corsi, Marcel Schrötter, Setefano Manzi, Somkiat Chantra, Jake Dixon, Hafizh Syahrin, Augusto Fernández, Bo Bendsneyder, Lorenzo Dalla Porta, Joe Roberts, Raúl Garzó, Andi Izdihar, Jasko Raffin e Kasma Daniel.

Com o treino iniciado, os pilotos logo deixaram os boxes. O quarteto que abriu as atividades como os mais velozes do momento eram Bastianini, Vierge, Manzi e Chantra, que garantiam as vagas ao Q2.

Com pouco mais de seis minutos para a bandeira quadriculada, o #33 da Italtrans continuava na ponta com 1min41s740. Vierge estava apenas 0s065 mais lento que o primeiro colocado, enquanto Corsi saltou para terceiro, com Marcel fechando o top-4.

Mazi, o quinto colocado, estava apenas a 0s061 de se colocar entre os quatro primeiros que avançam para a fase final. Neste ponto, grande parte do pelotão estava nos boxes para os últimos ajustes antes do ataque final.

Com bandeira quadriculada, o quarteto formado por Bastianini, Vierge, Corsi e Schrötter e que sequer deixou os boxes nos instantes finais, avançou para a fase final da classificação.

Q2

O quarteto se juntou a Lorenzo Baldassarri, Jorge Navarro, Luca Marini, Nicolò Bulega, Thom Lüthi, Fabio Di Giannantonio, Sam Lowes, Marco Ramírez, Arón Canet, Tetsuta Nagashima, Edgard Pons, Marco Bezzecchi, Remy Gardner e Jorge Martín.

Com os tempos anotados, Bezzecchi ficava com a pole provisória da classe intermediária. O #72 da VR46 tinha 1min41s728, 0s117 mais rápido que Bastianini, o segundo colocado. Marini fechava a primeira fila virtual.

Líder da classificação, Nagashima sofreu uma forte queda no último treino livre. Apesar do susto, o japonês estava de volta à pista – era o 14º colocado com a marca de 1min42s383, 0s655 mais lento que o ponteiro.

Bandeira quadriculada em Jerez e Bezzecchi fica com a pole-position do GP da Andaluzia. Lowes tratou de melhorar seu tempo no fim para ficar em segundo, com Bastianini completando a primeira fila da prova.

Nagashima não conseguiu melhorar muito sua marca. O japonês teve de se contentar com o 15º posto de largada com o mesmo tempo do início da sessão.

Paddockast #71 | A VOLTA DA STOCK CAR COM BUENO E ABREU
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube