Binder crava pole no GP da Comunidade Valenciana de Moto3. Arenas larga em 6º

Ao virar 1min38s286 no final da classificação, o sul-africano garantiu a primeira pole-position no Mundial de Motovelocidade. Kaito Toba e Raúl Fernández completam a primeira fila de largada em Valência

Darryn Binder é quem larga da pole-position do GP da Comunidade Valenciana da Moto3. Neste sábado (14), ao anotar o tempo de 1min38s286, o sul-africano garantiu a posição de honra do grid na corrida 2 de 2020 em Valência.

O sul-africano da CIP já chegou a vencer na temporada 2020, mas essa é primeira pole-position no Mondial de Motovelocidade. Melhorando o tempo na volta, final, Kaito Toba alinha no segundo posto, estreando na primeira fila no ano.

Darryn Binder ficou com a pole (Foto: CIP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Também aproveitando os instantes finais da classificação, Raúl Fernández tratou de se colocar na terceira colocação, a nona vez que sai da frente no campeonato. Jaume Masià e Andrea Migno completam os cinco primeiros.

Albert Arenas, ao ficar 0s291 do ponteiro, larga da sexta colocação do grid de largada. O espanhol precisou passar pelo Q1, avançou para a fase final e conseguiu fechar a segunda fila de saída no circuito Ricardo Tormo.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Comunidade Valenciana, penúltima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Arenas, Rossi, McPhee e Binder avançam ao Q2

A chuva que já tinha atrapalhado a atividade matutina voltou a cair em Valência pouco antes do início da classificação. O volume, no entanto, não era dos maiores, o que impedia uma condição de pista uniforme. Quando o cronômetro passou a contar os 15 minutos do Q1, os termômetros mediam 19°C, com o asfalto chegando a 20°C. A velocidade do vento era de 3 km/h.

Com 1min41s889, Alonso López abriu a primeira fase da classificação na ponta da folha de tempos, com Stefano Nepa, Barry Baltus e Max Kofler formando o top-4 provisório.

Ainda no início da sessão, Riccardo Rossi cortou a zebra na curva 10 e voltou para a pista na frente de Gabriel Rodrigo. O italiano caiu e, sem espaço para desviar, o argentino foi junto. Pouco depois, Carlos Tatay caiu na curva 4.

Depois de uma passagem pelos boxes, Jason Dupasquier cravou 1min43s747 e assumiu a segunda posição, mas logo foi superado por Darryn Binder. Em seguida, Albert Arenas tomou o terceiro posto. Dupasquier caiu para a quinta colocação, 0s022 atrás de uma vaga na fase seguinte.

Para piorar, Jason caiu na curva 11. Na volta de saída dos boxes, Carlos Tatay caiu de novo, agora na curva 5, e saiu da pista mancando. Enquanto isso, Dennis Foggia tomou o quarto posto, 0s172 melhor que John McPhee, o primeiro abaixo da linha de corte.

Com pouco menos de três minutos para o fim, McPhee anotou 1min41s852 e assumiu a liderança, 0s037 melhor que López. Instantes depois, Arenas saltou para o comando com 1s254 de margem, com Ryusei Yamanaka aparecendo em seguida para ocupar o segundo posto.

López reagiu pouco depois e retomou o segundo lugar, mas 0s729 mais lento que Arenas. McPhee também melhorou e passou Alonso, ficando a 0s538 do piloto da Aspar.

Restando pouco mais de 1min40s para o fim, Foggia caiu na curva 5, encerrando a sessão mais cedo.

Com 1min40s512, Darryn Binder tomou a ponta de Arenas por 0s086. McPhee era o terceiro, com Yamahaka fechando o top-4.

Já com a bandeira quadriculada tremulando no Ricardo Tormo, McPhee foi a 1min39s996 e assumiu a liderança, 0s516 melhor que Binder, que acabou com o tempo cancelado. Logo em seguida, Arenas foi 0s319 melhor que o britânico e tomou a ponta, com Riccardo Rossi passando 0s190 mais rápido que John para ficar com a segunda posição. Darryn avançou para quarto.

Assim, Stefano Nepa vai largar em 19º, seguido por Yamanaka, López, Kofler, Dupasquier, Barry Baltus, Davide Pizzoli, Ayumu Sasaki, Foggia e Khairul Idham Pawi. Rodrigo e Tatay não marcaram tempo.

Binder crava primeira pole da carreira

Tatsuki Suzuki abriu a fase final do treino no topo da tabela, 0s066 melhor que Romano Fenati. Na volta seguinte, foi Ai Ogura quem tomou a liderança, 0s012 melhor que o japonês da Sic58. Kaito Toba fechava um top-3 dominado pelo Japão.

Os pilotos partiram, então, para uma rodada de pit-stops. Ogura tinha a pole provisória com 1min38s578, 0s012 melhor que Suzuki. Toba era o terceiro, escoltado por Fenati, Deniz Öncü e Arenas.

Na volta à pista, Binder foi a 1min38s286 e assumiu a liderança, 0s292 melhor do que Ogura, que não teria a chance de melhorar. Já com o cronômetro travado, Toba avançou para segundo, 0s118 melhor que Fernández, que pulou para terceiro. Jaume Masià se colocou em quarto, com Andrea Migno e Albert Arenas fechando o top-6.

LEIA TAMBÉM
Mir tem primeira chance de fechar título da MotoGP em Valência. Confira matemática

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube