MotoGP atende demanda dos pilotos e testa comunicação por rádio em Misano

O sistema de comunicação vai ter mensagens pré-gravadas e, em um primeiro momento, usado apenas para alertas da Direção de Prova

A MotoGP deu mais um passo em direção a melhora de segurança para seus pilotos. Na sexta-feira de treinos livres em Misano, Stefan Bradl testou um capacete que permite mensagens de rádio para alertar caso como bandeiras amarelas e punições.

Após os acidentes durante o GP da Áustria, com Johann Zarco e Miguel Oliveira caindo e suas motos quase acertando Valentino Rossi e Maverick Viñales, os pilotos pediram na Comissão de Segurança um sistema direto de comunicação.

Portanto, para esta etapa, o escolhido a testar o primeiro protótipo foi o alemão que está substituindo o lesionado Marc Márquez. Em uma volta no circuito Marco Simoncelli, o competidor esteve com um headset e rádio conectados em seu macacão.

“Uma das coisas que estamos abordando neste ano é a visibilidade das bandeiras amarelas, e bandeiras no geral, e após os acidentes na Áustria conversamos com os pilotos na Comissão de Segurança e eles nos perguntaram se poderíamos tentar o sistema de rádio mais uma vez”, explicou Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial.

Stefan Bradl, MotoGP 2020, Misano, Treino
O sistema foi um pedido dos pilotos (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“O testamos no passado com diversos pilotos e nos disseram que era um pouco irritante. Mas agora a tecnologia melhorou muito, então, decidimos dar uma nova tentativa. No geral, testamos com Bradl e foi muito bem. É apenas um primeiro teste preliminar para ver o que precisa ser melhorado no futuro”, seguiu o dirigente.

“É claro, o próprio sistema é um protótipo que pode ser melhorado. No início, vai ser usado apenas pela Direção de Prova para comunicar mensagens gravadas pré-determinadas sobre bandeiras, penalizações, coisas assim”, emendou.

“E talvez no futuro, se equipes e pilotos concordarem, podemos abrir para a comunicação com os times e se for possível, dos pilotos de volta com suas equipes”, completou o espanhol de 74 anos.

Quem também falou sobre o dispositivo foi Álex Rins, que viu com bons olhos a iniciativa. “É algo que parece muito bom para mim. Foi uma proposta apresentada pelos pilotos no último GP e vamos avaliar os testes que tem acontecido na próxima Comissão de Segurança”, disse.

“Claro, pode ajudar, não sei se Bradl ficou incomodado por usar um headset e receber mensagens dentro do capacete. Mas, sem dúvidas, pode ser uma grande melhora em termos de segurança no futuro”, concluiu o espanhol.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de San Marino e da Riviera de Rimini, sétima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Rossi apresenta capacete para GP de San Marino com desenho ousado: cartela de viagra
Disney entra em acordo e mantém direito de transmissão da MotoGP no FOX Sports

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube