MotoGP

Bulega opta por “caminhar com próprias pernas” e deixa “segunda família” VR46

Nicolò Bulega anunciou na quarta-feira (31) sua saída da VR46. O italiano agradeceu Valentino Rossi pela confiança, mas avaliou que é hora de caminhar com as próprias pernas

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Nicolò Bulega vai deixar a VR46 no final da temporada. Campeão do Mundial Junior de Moto3 em 2015, o italiano deixa não só o time comandado por Pablo Nieto, mas também sai da Academia de Pilotos VR46. 
 
Bulega chegou ao Mundial em 2016, na Moto3, e logo em seu primeiro ano conquistou uma pole e dois pódios, terminando o campeonato em sétimo. Os resultados, no entanto, não vieram, e o piloto de 1,81 m foi promovido à Moto2 nesta temporada. Até aqui, porém, o melhor resultado foi apenas uma nona colocação.
Nicolò Bulega agradeceu a confiança e o apoio de Valentino Rossi (Foto: Divulgação)
Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“A VR46 é como uma segunda família para mim”, disse Bulega. “Aprendi muito com eles, me sinto privilegiado por ter sido parte deste grupo e posso dizer com orgulho que fui um piloto do meu ídolo máximo Valentino Rossi”, seguiu.
 
“Depois de tantas temporadas com as mesmas cores e com as mesmas pessoas, no entanto, chegou o momento em que tenho de caminhar com as minhas próprias pernas e aceitar novas experiências profissionais para me completar como atleta e pessoa”, avaliou. “Não vai ser um desafio fácil, é verdade, mas digamos que isso também servirá de estímulo”, ponderou.
 
O italiano agradeceu o piloto da Yamaha e disse torcer para que possa manter a mesma boa relação que mantém com Rossi.
 
“Quero agradecer primeiramente Valentino Rossi, que acreditou em mim e foi ― e espero que possa continuar sendo ― um irmão mais velho, um amigo e um grande exemplo. Agradeço Uccio [Salucci], um amigo com quem sempre tive uma grande relação”, falou. “Mas a lista de pessoas a agradecer é interminável, de Albi [Tebaldi] a Luca Marini, passando por todos aqueles que trabalham na VR46 que fizeram parte do meu grande sonho de correr no Mundial. Também gostaria de dedicar um agradecimento especial à Sky, que sempre acreditou em mim”, concluiu.
 
Por enquanto, Nicolò ainda não revelou seus planos para 2020, mas a expectativa é de que ele defenda as cores de uma equipe rival da VR46.
 
O GP da Tchéquia de Moto2 está marcado para o domingo, às 7h20 (de Brasília). Acompanhe aqui a cobertura do GRANDE PRÊMIO.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.