Campeão de 1982 e atual Comissário de Segurança, Uncini é eternizado em Misano e entra para rol das Lendas da MotoGP

Campeão das 500cc em 1982, Franco Uncini foi nomeado nesta sexta-feira (9) uma Lenda da MotoGP. Italiano é atualmente Comissário de Segurança da FIM (Federação Internacional de Motociclismo)

A lista de Lendas da MotoGP ficou um pouco maior nesta sexta-feira (9). Campeão das 500cc de 1982, o italiano Franco Uncini foi introduzido ao seleto rol nesta manhã em Misano.
 
Ao fim do primeiro treino livre da Moto2, jornalistas e integrantes do paddock se reuniram na sala da imprensa do Circuito Marco Simoncelli onde Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, a promotora do Mundial, fez a nomeação de Uncini.
Franco Uncini não segurou as lágrimas em Misano (Foto: Divulgação/MotoGP)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Estou muito feliz. Este é outro momento em que meus sonhos se tornam realidade”, disse Uncini, com lágrimas nos olhos. “Por isso, tenho de agradecer a IRTA [Associação Internacional das Equipes de Corrida], a Dorna, a FIM e todos vocês”, seguiu.
 
“Para mim, este é um momento importante e estou muito, muito feliz”, frisou. “Muito obrigado”, completou.
 
Nascido em Recanati, Franco chegou ao Mundial de Motovelocidade em 1976, correndo pela Yamaha nas 250cc e também nas 350cc. No ano seguinte, o italiano permaneceu nas duas categorias e, defendendo a Harley-Davidson, conquistou duas vitórias nas 250cc, fechando o ano com o vice-campeonato, atrás de Mario Lega.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

No ano seguinte, Uncini voltou a montar em equipamento Yamaha, mas os resultados ruins com um time privado o impulsionaram a uma nova aventura: em 79, Uncini comprou uma Suzuki e iniciou uma equipe própria nas 500cc. No mesmo ano, Franco garantiu o posto de melhor piloto privado, repetindo o feito no ano seguinte.
 
1981 foi um ano marcado por acidentes, mas a mudança de Marco Lucchinelli da Suzuki para a Honda acabou por promover uma nova mudança na carreira de Uncini. 
 
A Suzuki ofereceu ao piloto uma moto no time de Roberto Gallina, dando ao italiano as ferramentas necessárias para a disputa do título. Com cinco vitórias, Franco foi o último italiano a conquistar a classe rainha antes de Valentino Rossi.
 
Em 1983, Uncini sofreu um forte acidente em Assen, quando caiu e foi atingido na cabeça pela moto de Wayne Gardner. O italiano ficou em coma, mas conseguiu se recuperar. A aposentadoria veio apenas em 1985.
 
Ezpeleta afirmou que a introdução de Uncini no rol das lendas é especialmente importante por conta da relação atual com o ex-piloto e colocou o campeão de 82 como “parte crucial da evolução da MotoGP”.
 
“Este é um dia especial para nós. Nomear alguém como Lenda da MotoGP é sempre importante, mas hoje é também muito importante por conta da relação que temos com Franco”, declarou. “Franco foi um grande herói das 500cc e das 250cc, mas também nessa nova era, trabalhando junto, Franco tem sido uma parte crucial da evolução da MotoGP”, exaltou. 
 
“Nós estamos muito orgulhosos de dar a ele esse prêmio e é uma grande honra para nós ter Franco como uma Lenda da MotoGP”, declarou. “Além disso, pessoalmente, ele é um grande amigo e estou muito feliz em dar este prêmio para ele. É um dia especial para a MotoGP”, encerrou.
 
Com a homenagem desta sexta, Uncini se tornou o 24º piloto a ser introduzido na lista de Lendas, que já conta com Giacomo Agostini, Mick Doohan, Geoff Duke, Wayne Gardner, Mike Hailwood, Daijiro Kato, Eddie Lawson, Anton Mang, Angel Nieto, Wayne Rainey, Phil Read, Jim Redman, Kenny Roberts, Jarno Saarinen, Kevin Schwantz, Barry Sheene, Marco Simoncelli, Freddie Spencer, Casey Stoner, John Surtees, Carlo Ubbialli, Nicky Hayden e Álex Crivillé.
PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube