Chefe da Honda diz que “outro piloto teria desintegrado” em acidente de Márquez

Alberto Puig comentou o forte acidente sofrido por Marc Márquez no TL1 na Tailândia e avaliou que qualquer outro que estivesse na moto teria se machucado muito mais que o espanhol

Alberto Puig falou sobre a forte queda que Marc Márquez sofreu durante o treino livre da MotoGP. Ressaltando a violência do acidente, o chefe da Honda exaltou a boa forma do piloto, dizendo que qualquer outro do grid teria se ferido muito mais.
 
No final do primeiro ensaio em Buriram, o pentacampeão acabou caindo na curva 7. Após ser levado ao centro médico do circuito em um primeiro momento, foi encaminhado ao hospital para mais exames. Entretanto, foi declarado apto a disputar a prova do final de semana.
 
O dirigente então explicou a situação, exaltando a forma do #93. “Fomos ao hospital de Buriram, onde fizeram vários exames que comprovaram que não tem nenhuma fratura”, ressaltou.
O estado da moto de Márquez (Foto: Reprodução)

“Saiu dos boxes e andou pela zona suja da pista. Estão doendo as costas e a perna esquerda. Isso mostra o quão forte está porque, em condições normais, qualquer piloto teria se desintegrado, pois a queda foi dura”, continuou.
 

Quem também falou sobre o caso foi o Dr. Ángel Charte, o médico do Mundial de Motovelocidade. “Fiquei surpreso porque Marc normalmente se levanta muito rápido, mas neste caso respirava com dificuldade”, disse.
 
“Fizemos radiografias da zona torácica, vertebral e tíbia. Na coluna não víamos bem, e por isso decidimos fazer uma ressonância magnética, que não refletiu nenhuma lesão. Terá dores e chateações, com certeza, mas com calmantes vamos seguir o tratamento. Marc está preparado; se não for 100%, é 99,9%”, concluiu.

Paddockast #35
NARRAÇÕES INESQUECÍVEIS E UM CURIOSO CASO DE AMOR

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube