Com fratura na mão esquerda, Granado diz que esperava sofrer em Le Mans, mas admite: “Não tanto”

Com uma fratura no dedinho da mão esquerda, Eric Granado afirmou que está sofrendo mais do que esperava com a lesão. Brasileiro afirmou que vai se poupar para o treino classificatório e a corrida

A cobertura completa do GP da França no GRANDE PRÊMIO
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana
As imagens desta sexta-feira de Mundial de Motovelocidade em Le Mans

Eric Granado foi para a pista nesta sexta-feira (16) ainda sofrendo com os efeitos de uma queda em Jerez de la Frontera. No acidente do GP da Espanha, o piloto brasileiro fraturou o dedinho da mão esquerda e o inchaço vem lhe causando muitas dores.
 
Lidando com a lesão, Eric conseguiu apenas o 30º tempo no resultado combinado das duas baterias desta sexta. O piloto da LaGlisse cravou 1min46s168 em sua melhor volta em Le Mans e ficou a 2s773 de Álex Márquez, o líder das atividades. 
Eric Granado está sofrendo com as dores no dedo lesionado (Foto: LaGlisse)
Após os treinos, Eric afirmou que esperava sofrer com a lesão, mas admitiu que as dores são mais intensas do que ele esperava. 
 
“Eu já sabia que ia sofrer bastante neste fim de semana com a lesão do dedo, mas não tanto”, falou Granado. “Desde o primeiro treino eu vi que doía muitíssimo – especialmente quando eu aciono a embreagem e nas mudanças de direção. A dor é muito forte”, relatou. 
 
“Nós provamos três tipos de luvas, mas mesmo a inflamação diminuindo quando eu desço da moto e coloco gelo, encima da moto o dedo incha e dói demais”, contou. “Amanhã eu vou me poupar um pouco. Se é para sofrer, que seja na classificação e na corrida”, concluiu. 
 
Diretor da equipe, Pablo Nieto avaliou que, por conta da lesão, Granado deve optar pela cautela e se arriscar apenas quando for necessário.
 
“Eric está lesionado e acho que ele tem que encarar as coisas com calma”, ponderou Nieto. “É melhor que ele rode pouco e arrisque quando necessário”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube